02 Mar 2017 | domtotal.com

Zaga do Atlético não aguenta Libertadores


Por Rômulo Ávila

Parece mesmo que a diretoria do Atlético vai iniciar a disputa da Copa Libertadores da América com a conta do chá quando o assunto é zagueiro. Não sei qual avaliação interna do clube e do técnico Roger, mas basta olhar o plantel para constatar que a zaga do Atlético é fraca para disputar a principal competição do continente.

Léo Silva, Erazo, Gabriel, Jesiel, Felipe Santana e Rodrigão são os zagueiros à disposição do técnico Roger Machado atualmente. 

Dos seis, Erazo está no departamento médico em razão de um antigo problema no joelho. Leonardo Silva é acima da média, mas a idade avançada é um limitador (ficou fora das finais da Copa do Brasil de 2016 justamente por isso). Gabriel é bom jogador, mas ainda é inexperiente para assumir a responsabilidade em uma Libertadores. Felipe Santana, aposta da diretoria, é típico zagueiro ruim que acha que é bom. Não passa segurança para ninguém. Sobram os jovens Jesiel e Rodrigão.

Zagueiro é uma posição que é quase obrigatório ter um número maior de jogadores de qualidade no elenco. Ainda mais para uma equipe que disputará a principal competição do continente. Imagine se Léo Silva se machucar e Gabriel levar o terceiro amarelo antes de um jogo decisivo?!. Como Erazo passa mais tempo no departamento médico, Roger teria que escalar Felipe Santana e Jesiel. Quem confia?

A sorte do Atlético é ter caído em um grupo fraquíssimo, com Godoy Cruz-ARG, Libertad-PAR e Sport Boys-BOL. Deve até passar de fase. No entanto, contra adversários de ponta, será preciso mais qualidade defensiva.

Não dá para contar com a sorte. Lembro de 2013, ano que o Atlético conquistou a competição. O time chegou à semifinal diante do Newell's Old Boys sem Leonardo Silva e Rever. Contudo, Cuca tinha no banco Gilberto Silva e Rafael Marques, que deram conta do recado nos dois jogos decisivos. Agora, se não reforçar, Roger Machado pode ter a mesma condição. Parece que a diretoria do Atlético não se deu conta disso. 

Rômulo Ávila
É jornalista formado pela Newton Paiva. Foi repórter esportivo durante dois anos do extinto Diário da Tarde (tradicional periódico de BH fechado pelos Associados Minas em julho de 2007). Atualmente é repórter do Portal DomTotal. Antes de cursar comunicação, foi jogador de futebol profissional. Começou no Villa Nova-MG e passou pelo futebol paulista e nordestino.
Comentários
+ Artigos