28 Jun 2017 | domtotal.com

Divinas Divas

Inspirações para uma grande atriz 

Cena do filme
Cena do filme "Divinas Divas"

Por Charles Mascarenhas

Acredita-se que é no palco onde a magia do espetáculo acontece. Para a atriz, e agora diretora Leandra Leal, o encanto começava desde os bastidores, no momento em que as artistas do teatro do seu avô estavam se transformando nas personagens que viriam a se apresentar pouco tempo depois.

Por este motivo, desde muito cedo, acompanhar de dentro das coxias os shows das Divinas Divas (coletivo de travestis e transformistas, que se apresentavam nas noites do Rio de Janeiro, nas décadas de 60 e 70) era a maior diversão de Leandra.  A vivência com essas artistas que eram (e ainda são) marginalizadas lhe fez querer investigar a resistência dessas personagens num período tão repressivo. Acontecia no Brasil a Ditadura Militar.

Divinas Divas é o documentário que leva o mesmo nome do grupo das artistas, formado por Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Eloína dos Leopardos, Camille K, Fujica de Holliday, Marquesa e Brigitte de Búzios.

Nele, Leandra Leal se mostra presente o tempo todo, enquanto personagem observadora. Sua voz em off situa e mostra ao espectador o quão importante foram as Divas para a sua formação enquanto atriz.

A ideia de transformar a vivência das divas em documentário e resgatar as memórias, através de depoimentos, é um trabalho lindo e emocionante.

Assim como fez Lufe Steffen, no belíssimo documentário São Paulo em Hi-Fi. Ele resgatou através de depoimentos e imagens de arquivos uma era de ouro: a noite gay paulistana nas décadas de 60, 70 e 80. Mas, também mostrou como era a repressão social, e principalmente policial naquela época.

Divinas Divas se mostra intimista e sensível. O glamour e os tons dourados da fotografia do documentário revelam a elegância e beleza das personagens, mas reforçam o tempo todo, que o ato de estarem transvestidas é um ato político.

Clique abaixo e confira o trailer!

Charles Mascarenhas
Charles Mascarenhas é estudante de Comunicação Social em Cinema pela Puc-Minas, onde tem se dedicado à pesquisa sobre cinema.
Comentários
+ Artigos
Instituições Conveniadas