09 Out 2017 | domtotal.com

Argentina fora da Copa? Pior para a Copa!


A Copa da Rússia perderá muito se a Argentina de Messi e sua apaixonada torcida não se classificar.
A Copa da Rússia perderá muito se a Argentina de Messi e sua apaixonada torcida não se classificar. (AFP)

Por Juliano Paiva

O período de data Fifa, com exceção da Copa do Mundo, é, invariavelmente, chato. Um ou outro jogo vale a pena. Na atual entressafra de partidas dos clubes, aqueles que mais despertam a paixão do torcedor, a possibilidade real de a Argentina não participar do Mundial da Rússia tem ganhado as manchetes.  

Sim, a hoje fragilizada Argentina, outrora bicampeã do mundo, é um dos assuntos do momento no planeta bola. Nem mesmo o ótimo Brasil de Tite tem chamado mais a atenção dos boleiros do que os nossos hermanos. 

O motivo? Simples! A Argentina é, como o Brasil, uma potência no futebol, mas, diferente da seleção brasileira, desperta paixão. Intensa! Muitas vezes, desesperadora. É um sentimento tão sincero que, não raro, se transforma em amor. Amor do seu torcedor e, óbvio, ódio dos rivais. 

É muito por isso que boa parte dos brasileiros desejam que a Argentina fique pelo caminho. Se torcessem com o mesmo empenho por nossa seleção, talvez fossem mais criativos e, quem sabe, não teríamos que aturar sempre a mesma musiquinha: “sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor”. Um porre!

Fui ver Argentina x Irã no Mineirão na Copa 2014. Lindo o que os argentinos fizeram. Antes do jogo já davam show. Quase todos uniformizados e, mais importante do que isso, com alma. Sangraram a garganta para empurrar sua seleção. Eles não têm uma “musiquinha”, mas sim um, dois, três, vários cânticos.

A Argentina ganhou, claro, com sofrimento, só para torná-los ainda mais fanáticos e fieis. O golaço de Messi saiu aos 46 minutos do segundo tempo. O bacana foi ver in loco que eles não estavam lá para ver a Argentina ganhar, mas para fazê-la ganhar. 
Nem sempre é possível. Como talvez não seja possível se classificar para a Copa 2018. 

Portanto, torço pela Argentina contra o Equador, como torci contra o Peru. Se é ruim para a Argentina ficar fora da Copa, pior para a Copa que perde muito mais. Perde um gigante sul-americano. Perde Messi, um dos maiores da história. Perde a bela camisa azul e branca em campo. Perde uma das torcidas mais apaixonadas do mundo. Perde o futebol.

Juliano Paiva
é jornalista formado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente editor do Dom Total, Paiva trabalhou nos jornais O Tempo, Hoje em Dia e no extinto Diário da Tarde, tradicional periódico de Belo horizonte fechado pelos Associados Minas em julho de 2007. No DT, começou como repórter da editoria Cidades, mas, na época do fechamento do jornal, fazia cobertura esportiva. Também foi responsável pela cobertura de jogos do Campeonato Brasileiro para a Folha de São Paulo no segundo semestre de 2007.
Comentários
+ Artigos
Instituições Conveniadas