14 Dez 2017 | domtotal.com

'A gente só dá valor quando perde'

Atlético disputou as edições 2014, 2015, 2016 e 2017 por disputar. Era como se no ano seguinte estaria lá de novo.

Ausência na Libertadores confirma fracasso do time milionário do Atlético neste ano
Ausência na Libertadores confirma fracasso do time milionário do Atlético neste ano (Bruno Cantini/Atlético)

Por Rômulo Ávila

Minha avó Geni sempre dizia que 'a gente só dá valor quando perde'. E o ditado popular usado por ela pode servir para o Atlético. Presente nas últimas cinco edições da Libertadores, o time alvinegro está fora da competição em 2018. Tirando 2013, quando conquistou o título (e não por isso), o Atlético não se envolveu como deveria na competição. Tanto que ficou no meio do caminho. Foram três eliminações nas oitavas de final e uma nas quartas.  

Parece que o time se esquecia de como é difícil chegar à competição continental. E incluo a torcida nessa também. O Atlético disputou as edições 2014, 2015, 2016 e 2017 por disputar. Era como se sempre tivesse vaga fixa no torneio continental. Só que não é assim. E a ausência merecida na Libertadores 2018 pode fazer o time cair na real.

No fundo, no fundo todo atleticano sabe que o time deste ano não mereceu a vaga na Libertadores em nenhum momento. G-9 seria um prêmio ao futebol medíocre, sem graça, sem alma e a um elenco (com algumas exceções) fracassado.

Para o bem do Atlético, o também fracassado Flamengo não conseguiu superar o ‘Rei de Copas’, na decisão da Sul-Americana.

Com o elenco atual, a chance de o Atlético chegar à Copa Libertadores 2018 e cair no primeiro mata-mata para um time inexpressivo, como o Jorge Wilstermann-BOL, era real e provável.

Sem a ilusão da Liberadores, o Atlético deve recomeçar. Aproveitar a mudança da diretoria para reformular o elenco e iniciar a caminhada para conquistar uma vaga na Libertadores 2019. Quem sabe com outro elenco o Atlético volte a valorizar uma participação na principal competição continental como se deve. 

Rômulo Ávila
É jornalista formado pela Newton Paiva. Foi repórter esportivo durante dois anos do extinto Diário da Tarde (tradicional periódico de BH fechado pelos Associados Minas em julho de 2007). Atualmente é repórter do Portal DomTotal. Antes de cursar comunicação, foi jogador de futebol profissional. Começou no Villa Nova-MG e passou pelo futebol paulista e nordestino.
+ Artigos
Instituições Conveniadas