30 Abr 2018 | domtotal.com

Atlético volta a mostrar força no Horto


Torcida do Atlético participou intensamente do jogo contra o Corinthians sendo muito importante para a vitória.
Torcida do Atlético participou intensamente do jogo contra o Corinthians sendo muito importante para a vitória. (Bruno Cantini/CAM)

Por Juliano Paiva

O Atlético se impôs com autoridade diante do Corinthians. Torcedores e time, em perfeita sintonia, reviveram seus melhores tempos no Horto possibilitando a importante vitória no Campeonato Brasileiro.  

O Galo foi intenso, dedicado, raçudo. Os torcedores “sangraram a garganta” pelo Atlético, vibrando a cada lance, seja de chance de gol, bola roubada e, até mesmo, lateral. 

O resultado dessa parceria foi um barulho ensurdecedor no Independência,  chamando atenção dos corintianos que admitiram, em entrevista, ser muito difícil enfrentar o Galo no caldeirão do Horto.  

Se mantiver esse comportamento, o Atlético não correrá riscos no Campeonato Brasileiro se permitindo sonhar até com vaga na Taça Libertadores 2019. E melhor! O torcedor pode ter leves esperanças – leves, é bom frisar – em relação à Copa Brasil, torneio milionário que vale uma Mega Sena acumulada ao campeão. 

E o próximo desafio é justamente pelo mata-mata nacional. Depois de faturar o título em 2014 em cima do rival Cruzeiro, o Galo sonha com o bicampeonato.  Por enquanto, só sonha. A realidade, pela instabilidade do time, em especial da defesa que alterna boas atuações e falhas que custam muito caro, ainda é dura. 

O time mineiro é um dos que corre por fora e terá pela frente a sempre difícil Chapecoense, uma adversária complicada em Belo Horizonte – onde venceu ano passado pelo Brasileirão, o que foi determinante para ir à Libertadores, tirando a vaga justamente do Atlético –, e em Chapecó.     

O Galo voltou a mandar no seu terreiro, é verdade, mas para que isso não seja apenas um suspiro, o trabalho intenso, da comissão técnica e elenco, precisa continuar. Ah, claro, a diretoria também precisa colaborar com reforços. Bons reforços, jogadores que agreguem um diferencial ao elenco e não aqueles que apenas compõem elenco.  

Feito isso, repito, o Atlético não manchará a temporada com campanha ruim no Brasileiro, o que já algo a se comemorar tendo em vista o péssimo início de ano com alguns jogos tão ruins, mas tão ruins, que ligaram o alerta na torcida. 

A tríade trabalho intenso, bom mandante e torcida insana pode render. 

Aguardemos! 

Juliano Paiva
é jornalista formado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente editor do Dom Total, Paiva trabalhou nos jornais O Tempo, Hoje em Dia e no extinto Diário da Tarde, tradicional periódico de Belo horizonte fechado pelos Associados Minas em julho de 2007. No DT, começou como repórter da editoria Cidades, mas, na época do fechamento do jornal, fazia cobertura esportiva. Também foi responsável pela cobertura de jogos do Campeonato Brasileiro para a Folha de São Paulo no segundo semestre de 2007.
Comentários
+ Artigos
Instituições Conveniadas