06 Nov 2018 | domtotal.com

O quase campeão Palmeiras


A importante vitória no clássico contra o Santos deixou o Verdão ainda mais perto do título.
A importante vitória no clássico contra o Santos deixou o Verdão ainda mais perto do título. (DJALMA VASSÃO / Gazeta Press)

Por Juliano Paiva

O Palmeiras é o favoritaço para conquistar o Campeonato Brasileiro deste ano. E nem é tanto pelo fato de estar cinco pontos à frente do Internacional, vice-líder, mas devido principalmente ao nível de seus adversários na reta final. 

O Verdão terá pela frente o Atlético (fora), Fluminense (casa), Paraná (fora), América-MG (casa), Vasco (fora) e Vitória (casa) entre a próxima rodada e a derradeira em 2 de dezembro.   

É muito difícil imaginar que o time paulista perca pontos nas próximas rodadas.  O clássico contra o Galo, teoricamente, é o compromisso mais difícil da sequência. 

Porém, apesar de ser o melhor colocado daquela turma, pois ocupa o 6º lugar, o Atlético vive momento turbulento e deve ser presa fácil para o Porco, mesmo com o jogo acontecendo no Horto, em Belo Horizonte. 

Com salários atrasados e jogadores insatisfeitos em especial pela constante mudança no comando técnico do time – Levir Culpi é o terceiro treinador em 2018 –, o Atlético vê a vaga para a Libertadores escapar, mas não esboça reação.  O Palmeiras tem tudo para tirar proveito da situação, como fez o Grêmio, e complicar ainda mais o Galo, além, claro, de seguir seu caminho rumo ao título.   

Arrancada

A arrancada do Verdão no segundo turno também o credencia a levantar a taça. O Porco terminou o 1º turno com 33 pontos, em 6º lugar, oito atrás do então líder São Paulo. 

Com apenas 13 rodadas do returno, o Palmeiras já somou os mesmos 33 pontos do turno e têm cinco de vantagem sobre o vice-líder Internacional: 66 contra 61.  O alviverde é também o melhor mandante com 85.42% dos pontos conquistados e o melhor visitante, com aproveitamento de 52,08%. 

O Palmeiras é quase campeão. O “quase” se deve ao fato de o esporte em disputa ser o futebol. Tudo pode acontecer! Mas só uma catástrofe para tirar a taça do Verdão. 

LEIA TAMBÉM: O Atlético tem um elenco sem sangue, sem vida

Juliano Paiva
é jornalista formado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente editor do Dom Total, Paiva trabalhou nos jornais O Tempo, Hoje em Dia e no extinto Diário da Tarde, tradicional periódico de Belo horizonte fechado pelos Associados Minas em julho de 2007. No DT, começou como repórter da editoria Cidades, mas, na época do fechamento do jornal, fazia cobertura esportiva. Também foi responsável pela cobertura de jogos do Campeonato Brasileiro para a Folha de São Paulo no segundo semestre de 2007.
Comentários
+ Artigos
Instituições Conveniadas