11 Mar 2019 | domtotal.com

Cruzeiro mira primeiro lugar geral da Libertadores 

Time azul tem tudo para ser o melhor da fase de grupos do torneio continental em 2019 

Cruzeiro de Mano Menezes pegou um grupo fácil na Libertadores.
Cruzeiro de Mano Menezes pegou um grupo fácil na Libertadores. (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Por Juliano Paiva

O Cruzeiro tem como objetivo principal neste semestre terminar em primeiro lugar geral na fase de grupos da Taça Libertadores da América. Para tanto, o time mineiro não deve encontrar muitas dificuldades. O Grupo B “caiu do céu” para o técnico Mano Menezes: Deportivo Lara, da Venezuela, Emelec, do Equador, e Huracán, da Argentina. 

O primeiro obstáculo já foi transposto. O Huracán, teoricamente o adversário mais difícil da chave, foi batido em casa, diante da sua pequena torcida.  Mesmo encurralado em campo, o Cruzeiro suportou a pressão, tirou gol em cima da linha, e saiu com a vitória, o que, numa Libertadores, é o mais importante. 

Outra boa notícia é o fato de a partida fora contra o Emelec ser no estádio George Capwell, em Guayaquil, mais próxima do nível do mar, bem diferente da altitude de Quito. Já o Deportivo Lara não deve oferecer muita resistência, seja em Minas Gerais ou na Venezuela. 

Então, se tudo correr em condições normais de pressão e temperatura, o Cruzeiro deve vencer os três jogos no Mineirão, o primeiro deles nesta quarta-feira, contra o Lara.  E não será surpresa, neste contexto, ganhar também as duas partidas fora. 

Ou seja, seis vitórias na fase de grupos é uma realidade bem possível. O primeiro lugar geral dá a vantagem ao time de decidir sempre em casa, até a semifinal. 

Levando-se em conta o histórico recente, o Cruzeiro conseguiu avançar de fase ao obter um bom resultado quando fez a primeira partida fora para decidir no Mineirão. Foi assim nas duas Copas do Brasil, em 2017 e 2018, quando levantou a taça. 

A única exceção foi quando pegou o Boca Juniors, nas quartas de final da Libertadores do ano passado, e perdeu por 2 a 0 no La Bombonera. O empate no Mineirão, por 1 a 1, eliminou o time mineiro. 

Juliano Paiva
é jornalista formado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente editor do Dom Total, Paiva trabalhou nos jornais O Tempo, Hoje em Dia e no extinto Diário da Tarde, tradicional periódico de Belo horizonte fechado pelos Associados Minas em julho de 2007. No DT, começou como repórter da editoria Cidades, mas, na época do fechamento do jornal, fazia cobertura esportiva. Também foi responsável pela cobertura de jogos do Campeonato Brasileiro para a Folha de São Paulo no segundo semestre de 2007.
Comentários
+ Artigos
Instituições Conveniadas