Blog DIREITO / EXAME DA OAB

Exame OAB: Organizando a petição!

05/08/2015 13:02:29

Um dos elementos que necessita de extrema atenção do examinando durante o processo de preparação para a 2ª etapa do Exame de Ordem é a forma de organização dos parágrafos na peça prático profissional.
Vale lembrar que é extremamente importante a organização, isso porque são oferecidas 150 linhas para a elaboração da petição, e mesmo apesar de críticas, é um espaço suficiente para a peça.
Entretanto é recomendável evitar desperdícios, mesmo o examinando que tem familiaridade na elaboração de peças, deverá se atentar a otimização do espaço,  em especial se o enunciado exigir uma petição extensa.
O texto deverá ser sempre legível, mostrar clareza e se fazer entender. Gostem ou não, agradar aos olhos dos corretores da banca é um objetivo, e isso envolve não só passar o conhecimento de forma completa como também em escrever corretamente.

Nesse sentido é importante observar os detalhes na prova.

(NOTA: atentem apenas ao aspecto estético das imagens. Nada além disso)

1 – Espaçamento entra a qualificação da parte e a indicação da competência.

Existe um espaço correto entre a indicação da competência, no topo da folha, e a indicação da parte em uma peça?
Eu desconheço qualquer história de aplicação de penalidades em candidatos por fazerem uma outra escolha. O examinando pode sim saltar várias linhas como também pode, perfeitamente, não pular nenhuma.  É indiferente!

A imagem abaixo mostra um exemplo do formato que eu julgo mais apropriado.

Organizando 1 A

Vale ressaltar que o espaço que colocamos nas petições, trata-se tão somente de uma tradição não se tratando de uma regra procedimental.
No exemplo acima temos um trecho de peça sonde não houve um respeito excessivo ao espaço, à tradição, ao costume.

Abaixo uma peça com a delimitação de espaço:
Organizando 2 A

Isso pode ser feito sem maiores problemas também, quando o critério é o de correção da banca.  Mesmo sendo desnecessário o espaço, a meu ver, por uma questão de estética, facilitando a correção por parte do examinador, recomendo o espaço mesmo que não seja 10 linhas.

Abaixo um exemplo interessante. O examinando  entre parênteses apontou o termo “10 linhas”.  Nesse caso é absolutamente desnecessário!

Organizando 3 A

2- Espaçamento entre os parágrafos:

Considerem aqui o esforço necessário para compreender a redação:

Organizando 4 A

Aqui é indiferente o fato da redação estar certa ou errada.

Observem o próximo exemplo, novamente levando em conta o esforço necessário para compreender a redação:

Organizando 5 A

Qual a conclusão?

Quando o examinando abre uma linha de distância entre um parágrafo e outro o esforço para se efetuar a leitura é menor. Acredito que essa deva ter sido também a conclusão de vocês. E faz sentido! É exatamente por isso que existem parágrafos: para delimitar linhas, sequências de raciocínio, e evitar não só a confusão como também para facilitar a leitura.

Assim separem cada parágrafo. Usem uma única linha para isto. A leitura é muito mais prazerosa, e, mais importante ainda, é a melhor forma de se estruturar o raciocínio.

Vejam a imagem abaixo. Mais uma redação sem parágrafos! Não é bem pior para se ler?

Organizando 6 A

E observem que a letra não é feia, ao contrário. Tenho certeza de que a leitura seria mais fluida se os parágrafos fossem nítidos.  Talvez, por alguma razão, o examinando imaginou que as 150 linhas seriam insuficientes e não deu espaço entre um parágrafo e outro. Nestes casos, o ideal será ao menos apresentar um recuo de texto significativo para dar a ideia do parágrafo.
Na imagem abaixo o recuo foi pequeno, mas poderia ter sido significativo:

Organizando 7 A

Recomendo que observem esses detalhes. Na elaboração da petição é importante dar atenção à estética, facilita o raciocínio do examinando e a correção da banca examinadora.

Comentários