Blog DIREITO / EXAME DA OAB

Exame de Ordem:Regras de marcação e remissão para a 2ª etapa

16/12/2016 09:19:30

Prezados examinandos, para a segunda etapa do XXI recomendo muita atenção quanto ao material que será utilizado, isso porque o edital trouxe uma serie de  alterações. Muito do que era permitido hoje é proibido! Primeiramente observamos qual o material e o procedimento que é permitido:

material-1

Mas tenham muita atenção, isso porque somente é possível referenciar assuntos isolados, sem jamais articular a formação de peças.

material-2

Então como fazer remissões e marcações?

O examinando deverá ter em mente que o que é proibido é a estruturação das peças. Buscando evitar qualquer tipo de problema é bom se lembrar do provérbio “cautela e caldo de galinha não faz mal a ninguém.”  Isso mesmo, muita prudência nas anotações e marcações feitas no seu material.

Para alguns pode ser exagero de minha parte, mas creio que não é!

A máxima atenção estaria expressa em não realizar qualquer anotação ou marcação, mas tão somente separação por clipes ou por separadores fabricados por editoras tendo a simples remissão aos ramos de direito e às Leis.

Muita ATENÇÃO, não é permitido a utilização de post-its, de material feito pelo examinando. Observem o que diz o edital:

material-3

Novamente tenham atenção,  NÃO  É PERMITIDO  o uso de post its e notas adesivas feitas pelo próprio examinando. Assim quais são as regras?

1ª Sugestão: O MATERIAL

O ideal é utilizar o material que você esta familiarizado, isso porque vai lhe poupar tempo, já que, como estuda por esse material possui um certo “instinto”  na hora de manusear.

Porém se o mesmo esta todo rabiscado ou é antigo adquira outro da mesma editora. será muito mais fácil a sua adaptação.

2ªSugestão: DIVISÃO POR CÓDIGOS/LEIS/SÚMULAS

O Edital autoriza a divisão do material por Códigos mas apenas por clipes ou separados de códigos, como no exemplo abaixo:

etiqueta-vade-mecum-penal-marca-facil3

Essa divisão é interessante, a meu ver extremamente importante uma vez que vai lhe poupar um tempo precioso, e por mais habitualidade que o examinando tenha no manejo de seu material, seja Vade Mecun, Código ou Constituição, isso certamente  vai lhe render minutos preciosos.

Caso o examinando esteja utilizando um Vade Mecum, recomendo que limite a marcação tão somente , nos Códigos e Leis relevantes à área escolhida para a 2ª fase.

3ª Sugestão: MARCAÇÃO DENTRO DO TEXTO LEGAL/SÚMULA

Realizada esta primeira divisão, teremos o Vade Mecum com melhor apresentação e fácil localização ao que for necessário de maneira rápida.

O Edital permite a utilização de marca textos apenas para a simples remissão de artigos ou leis, JAMAIS para a estruturação de petições, assim a meu ver evite utilizar.

Acredite, sua preparação de meses terá efeito aqui. Você já sabe onde estão os artigos principais. Já conhece a fundamentação que a organizadora espera que lhe seja apresentada. Se houver necessidade durante os estudos, “passe o marca texto” nos dispositivos de relevância, naqueles que já foram cobrados, nos que em prova anteriores tinham considerável valor de pontos no espelho de respostas. Não grife tudo, mas tão somente o que for RELEVANTE.

Veja que no exemplo abaixo não houve qualquer padrão de marcação. O destaque está mais para o que não foi grifado do que para o que o foi efetivamente.

Imagem retirada da internet

Exemplo de como NÃO FAZER as marcações

Posso grifar cada artigo ou dispositivo de uma cor?

A resposta é NÃO! Muitos cursinhos ou professores ensinam aos examinandos tal técnica.  Eu discordo e explico o motivo. A meu ver o fiscal poderá entender que isso configura a estruturação de peça, o que francamente, é possível. Portanto é recomendável se abster desse procedimento.

Confie na sua preparação. Organize as peças em pequenos esquemas para que a revisão, e mesmo os treinos, sejam otimizados e você ganhe intimidade com o material na hora de procurar. A maioria dos dispositivos já irão lhe proporcionar remissões relevantes! S

Outra dica de grande relevância é buscar na Constituição Federal, o máximo de fundamentos que você possa encontrar nas peças que necessita “memorizar” para o exame. Muitas remissões na CONSTITUIÇÃO FEDERAL também lhe renderão encontrar outros dispositivos de interesse. Lembre-se que a Constituição é NORMA MAIOR em nosso ordenamento. Todas as matérias (seja qual for a área de opção em segunda fase) terá validação e sustentação no Texto Constitucional.

No fim das contas, uso ou não o Marca Texto?

A meu ver USE! Mas com moderação estando atento para o disposto no Edital, sobretudo aquilo que é proibido.  Use o bom senso!

Comentários