Blogs CULTURA
Carlos Ávila
É poeta e jornalista. Publicou, entre outros, Bissexto Sentido e Área de Risco (poesia); Poesia Pensada (crítica) e Bri Bri no canto do parque (infantil). Foi, por quatro anos (1995/98), editor do “Suplemento Literário de Minas Gerais”. Trabalhou também na Rede Minas de Televisão e foi editor do caderno de cultura do jornal “Hoje em Dia”. Participou de mais de vinte antologias no país e no exterior.

ABC DA LITERATURA

30/01/2015 06:00:10

Por Carlos Ávila Os irmãos Campos (Augusto e Haroldo), Décio Pignatari e Mário Faustino foram os responsáveis pela divulgação da obra do poeta e crítico norte-americano Ezra Pound (1885/1972) no Brasil, em meados do século passado. Com isso, introduziram no país uma forma de análise das obras literárias (particularmente, da poesia) bastante pragmática e direta […]

Leia Mais...




Mário: 70 anos de morte

28/01/2015 06:00:33

Por Carlos Ávila “Quando eu morrer quero ficar,/não contem aos meus inimigos,/sepultado em minha cidade,/saudade”. Em 2015 completam-se 70 anos de morte de Mário de Andrade (1893/1945) – poeta, romancista, ensaísta, crítico; também homem de ideias e debates. Talvez o intelectual mais completo de nosso modernismo, com contribuições definitivas em várias áreas de criação e […]

Leia Mais...




Minas mapeada por Drummond

23/01/2015 06:00:07

Por Carlos Ávila No final dos anos 1960, a Editora do Autor criou uma coleção que propunha reunir em volumes – um para cada estado – textos escolhidos sobre a natureza, a história e o povo das diversas partes do país: “Brasil, Terra & Alma”. Seria, segundo a editora, uma “ampla antologia feita de antologias […]

Leia Mais...




Bethânia canta Noel

21/01/2015 06:00:22

Por Carlos Ávila Há exatos 50 anos atrás, ela começava sua carreira no espetáculo “Opinião”, interpretando com ênfase uma forte canção nordestina, a famosa “Carcará” (de João do Vale). Mas no final do mesmo ano (1965)  já estava no estúdio Gravodisc, em São Paulo, gravando um compacto: “Maria Bethânia canta Noel Rosa”. Era o outro lado […]

Leia Mais...




O navio do destino

16/01/2015 06:00:32

  Por Carlos Ávila Uns seguiam para a guerra, outros fugiam dela. Todos no luxuoso vapor português Serpa Pinto. Do Rio, na primavera de 1942, partiram no navio alemães que viviam no Brasil e queriam lutar por seu país e pelo Führer Adolf Hitler; de Lisboa partiram também, pouco tempo depois, na mesma embarcação, mais […]

Leia Mais...




A Sherazade do rádio

14/01/2015 06:00:11

Por Carlos Ávila Um pequeno livro, só agora, e por acaso, “caiu” em nossas mãos. Trata-se de uma edição do Instituto Cultural Cravo Albin, lançada em 2006: “Maria Muniz – a Sherazade do rádio”: breve biografia de uma pioneira do rádio no país; e mais ainda: de uma mulher apaixonada e corajosa, avançada para a […]

Leia Mais...




A biblioteca de Bishop

09/01/2015 06:00:40

Por Carlos Ávila O filme “Flores Raras”, de Bruno Barreto (com excelentes atuações de Glória Pires e Miranda Otto), trouxe de volta à mídia o nome da poeta norte-americana Elizabeth Bishop (1911/1967), cujo período de vida no Brasil foi marcante, incluindo uma relação amorosa com a arquiteta Lota de Macedo Soares (1910/1967) – uma das […]

Leia Mais...




A essência segundo Eliot

07/01/2015 06:00:07

Por Carlos Ávila Juntamente com o “ABC da literatura”, de Ezra Pound (traduzido no Brasil por Augusto de Campos e José Paulo Paes), os ensaios de T. S. Eliot (1888/1965) formam um poderoso conjunto crítico, desenvolvido na primeira metade do século 20, e ainda essencial para a compreensão do fenômeno poético. Trata-se de reflexões teóricas […]

Leia Mais...




A musa de Murilo

02/01/2015 06:00:47

Por Carlos Ávila A maioria a conhece como a companheira de toda vida do poeta mineiro Murilo Mendes (1901/1975). Poucos sabem, porém, que Maria da Saudade Cortesão (1913/2010) foi também poeta e tradutora. Como poeta publicou seis livros; traduziu “Crime na catedral”, de Eliot (além de Shakespeare e Camus), e publicou muita coisa que ainda […]

Leia Mais...