Volkswagen-Novo-Jetta-R-Line-250-TSI-(23)

Volkswagen Jetta 2019 chega ao mercado a partir de R$ 109 mil

Modelo será vendido em duas versões com motor 1.4 TSI Flex (150 cv e 250 Nm), associado à transmissão automática de seis marchas.

Volkswagen-Novo-Jetta-R-Line-250-TSI-(23)

Por Thiago Ventura

Nova geração do Jetta chega ao Brasil importada do México. O blog Veículos DomTotal flagrou o sedã na semana anterior ao lançamento. O carro traz o atual DNA de Design da Volkswagen, com traços “limpos”, com ênfase em linhas horizontais. Produzido em Puebla, o modelo será vendido nas versões Comfortline 250 TSI e R-Line 250 TSI. Nas duas configurações, a motorização utilizada é a 1.4 TSI Flex (150 cv e 250 Nm), associada à transmissão automática de seis marchas.

O Novo Jetta é oferecido em seis opções de cor: três sólidas (Branco Puro, Preto Ninja e Vermelho Tornado), duas metálicas (Prata Snow e Cinza Platinum) e uma perolizada (Preto Mystic). O modelo conta com três anos de garantia de fábrica, sem limite de quilometragem, e tem as três primeiras revisões gratuitas!

Volkswagen-Novo-Jetta-R-Line-250-TSI-(26)

O novo Jetta cresceu em todas as direções. É mais longo, largo e alto. O carro mede 4.702 milímetros (mm) de comprimento – 43 mm maior do que a geração anterior. A largura é de 1.799 mm (+21 mm) e a altura é de 1.474 mm (+1 mm). O entre-eixos é de 2.688 mm. O porta-malas manteve os 510 litros de capacidade.

Volkswagen-Novo-Jetta-R-Line-250-TSI-(20)

O interior é todo novo com o cockpit focado no motorista. Os instrumentos e o sistema de infotainment são orientados de forma horizontal e proporcionam fácil leitura. Na versão R-Line (fotos), oferece rodas de 17” estilo “Viper” e espelhos retrovisores pintados em preto. O teto do Novo Jetta R-Line também é pintado de preto.

O Novo Jetta Comfortline traz rodas de 17 polegadas estilo “Polanko” com pneus 205/55 R17, câmera traseira para auxílio ao estacionamento, sistema Kessy (chave presencial) e espelho retrovisor interno eletrocrômico. O modelo conta, também de série, com o sistema de seleção do perfil de condução e iluminação ambiente ajustável em 10 tonalidades.

Volkswagen-Novo-Jetta-R-Line-250-TSI-(34)

Além do visual exclusivo e de todos os equipamentos da versão Comfortline, o R-Line tem como itens de série o Active Info Display (painel digital), controlador automático de velocidade (ACC), Front Front Assist, Detector de Fadiga e regulagem automática do farol alto.

Tabela de Preços

Jetta 1.4 Comfortline – R$ 109.990
Jetta 1.4 R-Line – R$ 119.990

Volkswagen-Novo-Jetta-Comfortline-250-TSI-(26) Volkswagen-Novo-Jetta-Comfortline-250-TSI-(1) Volkswagen-Novo-Jetta-R-Line-250-TSI-(33)

Fiat-ARgo-GSR

Fiat convoca 11,6 mil veículos por falha no câmbio automatizado

Eventual falha do sensor, com o veículo em movimento, poderá acarretar a mudança inesperada da marcha para a posição neutro

Fiat-ARgo-1.3-GSR

A FCA – Fiat Chrysler Automóveis Brasil  convocou nesta sexta-feira os proprietários dos modelos  Argo motor 1.3 e Mobi motor 1.0 ano/modelo 2018, Grand Siena e Weekend ambos motor 1.6, ano/modelo 2017 e 2018, Strada motor 1.8, ano/modelo 2017, Cronos motor 1.3 ano/modelo 2018 e 2019, Uno motor 1.3 ano/modelo 2107 e 2018 e Palio motor 1.6 ano/modelo 2017 devido falha no sensor de seleção de marchas. O reparo é gratuito e pode ser agendado a partir de 01 de outubro de 2018. São 11.669 unidades envolvidas no problema.

Segundo a marca,  foi detectado que a eventual falha do sensor, com o veículo em movimento, poderá acarretar a mudança inesperada da marcha para a posição neutro (ponto morto), provocando, consequentemente, a perda da força motriz do motor, comprometendo as condições de dirigibilidade do veículo e aumentando o risco de colisão, além de possibilitar a ocorrência de danos físicos e materiais ao condutor, aos passageiros e a terceiros.

Fiat-ARgo-GSR

O tempo estimado de reparo é de aproximadamente 1h (uma hora). Solicitamos que agende sua visita previamente na concessionária Fiat de sua preferência. Para consulta dos números dos chassis envolvidos e/ou obter mais informações, consulte o site www.fiat.com.br ou contate a Central de Serviços ao Cliente Fiat pelo telefone 0800 707 1000.

VEÍCULO

ANO/MODELO

CHASSIS NÃO SEQ.
(ÚLT. 6 DÍGITOS)

UNIDADES ENVOLVIDAS

Argo 1.3

2018

H10294 a H64699

5.097

Weekend 1.6

2017 e 2018

097241 a 099833

66

Grand Siena
1.6

2017 e 2018

329230 a 341048

567

Uno 1.3

2017 e 2018

796635 a 835113

916

Mobi 1.0

2018

465048 a 547697

2.572

Palio 1.6

2017

192022 a 199837

141

Strada 1.8

2017

152494 a 168706

34

Cronos 1.3

2018 e 2019

000012 a 022737

2.276

Honda City EXL tem boa construção e conjunto mecânico eficiente. Fotos: Thiago Ventura

Teste | Honda City EXL é um bom carro, mas comete falta grave

Sedã compacto é bem construído e oferece o renome da marca japonesa. Porém, Honda City fica defasado em relação à concorrência

Honda City EXL tem boa construção e conjunto mecânico eficiente. Fotos: Thiago Ventura
Honda City EXL tem boa construção e conjunto mecânico eficiente. Fotos: Thiago Ventura


Por Thiago Ventura

Sedã compacto japonês ganhou um frescor no visual para encarar velhos e novos concorrentes, em especial Fiat Cronos, Toyota Yaris e Volkswagen Virtus.  Porém, o City tem um ponto fraco com seus oponentes: não tem controle eletrônico de estabilidade e tração, nem mesmo como opcional!

A unidade avaliada é ano/modelo 2018, mas a linha 2019 já está disponível na rede de concessionários. A única novidade do 19 é que a central multimídia vem com Android Auto e Apple Car Play a partir da versão EX (antes só na topo de linha).

Visual

Para encarar a concorrência, o City recebeu novos para-choques que trazem linhas mais horizontais e esportivas e que tornam o visual mais largo, valorizando o porte do sedan. Ficou parecendo um ‘mini
Civic’!  Novas rodas também fazem parte do facelifit.

Na traseira, novo para-choque tem desenho mais horizontal, enquanto as lanternas têm guias em LED, de desenho inédito, nas versões LX, EX e EXL.

Honda-City-EXL-2018--28

No lado de dentro, o City segue com o mesmo visual da segunda geração. Para a linha 2018, a Honda adotou uma nova cor para o acabamento no painel presente a partir da versão LX, que ganhou um cinza mais escuro,  Além disso, desde a versão DX, o City passa a adotar vidros elétricos com sistema um toque para todos os ocupantes.

Segurança

O Honda City foi desenvolvido para oferecer proteção de alto nível aos seus ocupantes nos diferentes cenários de colisão. O modelo traz a carroceria com tecnologia ACE (Advanced Compatibility Engineering), desenvolvida exclusivamente pela Honda.

Essa estrutura foi projetada para distribuir de maneira uniforme a energia de um impacto, reduzindo a força transferida para a cabine e protegendo os ocupantes. Além disso, a estrutura dispersa de maneira mais uniforme a força transferida para outros veículos envolvidos na colisão.

Honda-City-EXL-2018--24

A versão EX passa adotar airbags do tipo laterais na linha 2018. A EXL, por sua vez, traz também as bolsas infláveis laterais do tipo cortina, totalizando seis airbags. Todas as versões do Honda City tem série cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes e sistema ISOFIX para cadeirinha infantil.

Contudo, o carro comete um pecado grave: não possui controles eletrônicos de estabilidade e tração em nenhuma versão. Nem mesmo como opcional!

Honda-City-EXL-2018--39
Ao volante 

Em relação ao desempenho, o motor 1.5 ada conta do recado. Mas se o motorista quer uma tocada mais esportiva, ele deixa a desejar. Na estrada, o conjunto mostra-se bastante econômico, porém, é lento nas retomadas

Conclusão

O City é um bom produto, que goza da boa imagem da marca no Brasil, também referendada pelo bom atendimento pós venda. A reestilização fez bem ao carro, mantendo as linhas gerais da atual geração, mas dando um frescor para se manter atualizado.

Porém, a falta de controle de estabilidade e tração, os novos rivais no mercado e o preço salgado que a Honda cobra pelo modelo acabam fazendo que o City perca valosos pontos em custo/beneficio e principalmente, novos clientes!

Honda-City-EXL-2018--6

 

Tabela de Honda City 2019

Honda City 1.5 DX manual: R$ 62.500,00
Honda City 1.5 Personal CVT: R$ 68.700,00
Honda City 1.5 LX CVT: R$ 74.200,00
Honda City 1.5 EX CVT: R$ 79.900,00
Honda City 1.5 EXL CVT: R$ 85.400,00

Marca já faz o treinamento com sua rede de concessionários.

Flagramos o novo Volkswagen Jetta 2019

Sedã-médio chega ao mercado em outubro para brigar com Civic e Corolla. Volkswagen Jetta 2019 será importado do México

Marca já faz o treinamento com sua rede de concessionários.
Marca já faz o treinamento com sua rede de concessionários. Fotos: Thiago Ventura/DomTotal

Por Thiago Ventura

Nossa reportagem flagrou a nova geração do sedã médio praticamente sem disfarces em Belo Horizonte! O carro chega no fim deste mês ao Brasil e a marca já faz o treinamento com sua rede de concessionários.

No local, havia também unidades dos líderes Toyota Corolla e Honda Civic: vendedores e gerentes das revendas VW faziam teste drive tanto no novo Jetta como nos demais, provavelmente para apontar pontos positivos do novato alemão.

Coluna C faz parecer que o carro é um coupé de quatro portas
Coluna C faz parecer que o carro é um coupé de quatro portas

O carro será vendido em duas versões, Comfortline e Highline. Na de entrada, o Jetta exibe quadro de instrumentos convencional; na completa, cluster digital (não sabemos se será de série ou opcional). Antes de conseguirmos fazer mais imagens, fomos “convidados” a nos retirar.

Visual

O Jetta 2019 é produzido na nova plataforma MQB, oferecendo design mais bold e ganhando mais espaço para passageiros. A distância entre eixos subiu para 2,68 m, ante os 2,65 de até então.
Nos EUA  ganhou mais equipamentos de segurança como : Front Assist, alerta de ponto cego com monitor de tráfego cruzado, Adaptive Cruise Control, alerta de saída de faixa e Light Assist. Resta saber se teremos tais itens no Brasil.

Na dianteira, o sedã tem alguns elementos que lembram o Arteon, enquanto na lateral a Volkswagen alterou a caída da coluna C para que o modelo tivesse um pegada de coupé de quatro portas.

O Jetta segue importado do México, e terá opção pelo motor turbo 1.4 TSI flex de 150 cavalos, e o 2.0 TSI  de 220 cavalos. A transmissão será automática de seis marchas.

Que tal, gostou?

Nova geração tem design bold.
Nova geração tem design bold.

 

Volkswagen-Jetta-2019-Flagra-15

 

Versão Comfortline terá rodas 17"
Versão Comfortline terá rodas 17″

 

Volkswagen-Jetta-2019-2

LEIA TAMBÉM:
CRETA-LNK

Placa-mercosul-rio

Nova placa padrão Mercosul começa a circular no Brasil

Rio de Janeiro foi o primeiro estado a adotar o novo sistema de placas no Brasil. Nova identificação custa cerca de R$ 220

Placa-mercosul-rio

O Rio de Janeiro começou a utilizar a nova placa veicular padrão Mercosul. O Departamento de Trânsito (Detran-RJ) foi o primeiro do país a implementar o modelo, que vem equipado com QR Code para aumentar a segurança do usuário e diminuir as chances de clonagem. As primeiras placas foram instaladas nessa terça-feira (11). A nova placa custa R$ 219,35 – mesmo valor das placas atuais no Rio.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, acredita que a nova tecnologia auxiliará as polícias no combate aos crimes de fraude, roubo e furto. A expectativa é que a placa melhore a segurança pública e a vida dos usuários de trânsito.

Fonte: Detran-RJ
Fonte: Detran-RJ

“É uma nova etapa que vai gerar segurança e a possibilidade de se encerrar, esperamos nós, definitivamente, as fraudes e clonagens. E posteriormente, [queremos] buscar o monitoramento de peças de veículos furtados e roubados para que consigamos dar respostas à população”, explicou Baldy.

O modelo

A nova placa padrão Mercosul também tem uma nova aparência. Diferentemente das tradicionais de cor cinza, essa é azul e branca e possui quatro letras e três números. Ela virá com um código único que conterá todos os dados de confecção da placa, como fornecedor, data, ano e modelo de fabricação.

WhatsApp Image 2018-09-11 at 16.14.09

categorias_placa_carro

A placa também é rastreável por meio de um aplicativo que ainda será disponibilizado pelo Denatran. De imediato, o objeto virá com o QR Code, mas possui outros itens de segurança que poderão ser ativados posteriormente, como o chip de dados variáveis.

Nem todos os motoristas precisam fazer a troca de placas. A mudança é necessária apenas para os carros novos, que ainda serão emplacados, e para os veículos com troca de propriedade, de domicílio e de alteração de categoria. Entretanto, quem desejar já pode adquirir o novo modelo voluntariamente.

NOVO MODELO

categorias_placa_moto

Além do QR Code, outro item de segurança da nova placa é a marca d´água, que evita a falsificação e praticamente impossibilita a clonagem. Os novos itens inseridos na placa auxiliarão o trabalho das polícias nas fiscalizações e fraudes.

Do lado esquerdo, na parte superior, está impresso o logotipo do Mercosul e logo abaixo, o QR Code. A placa ainda possui o distintivo BR e, no lado direito, a bandeira do país, seguida pela bandeira do estado e pelo brasão da cidade.

A categoria dos veículos será indicada pela cor da combinação alfanumérica: particular (preta), comercial/aprendizagem (vermelha), oficial (azul), especial (verde), diplomático (amarela) e colecionador (prateada). O tamanho continua o mesmo com 40 cm de largura e 13 de altura.

WhatsApp Image 2018-09-11 at 16.13.59

A tarjeta da antiga placa passa a ser representada pelo brasão do município e não mais pelo nome da cidade de forma escrita.

O Brasil é o terceiro país do Mercosul a adotar a placa. Uruguai (2015) e Argentina (2016) foram os dois primeiros. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) determinou que todos os estados devem implantar o novo modelo até o dia 1º de dezembro deste ano.

Fonte: Agência Brasil e Detran RJ

LEIA TAMBÉM:

FLAGRA-LINK