Blog DIREITO E TECNOLOGIA

Educação 4.0 não é futurismo

05/11/2018 12:55:36
Startups têm os baús lotados de dinheiro para entrar com fôlego na  guerra para assumir o espaço no mercado super competitivo
Startups têm os baús lotados de dinheiro para entrar com fôlego na guerra para assumir o espaço no mercado super competitivo


Por  Fábio Veras, PhD

Advisor em Estratégia de Inovação

A educação 4.0 já começou sua revolução. Isso não é futurismo. Há um transformação cognitiva em curso! Como Conselheiro para Inovação de uma organização educacional, vejo no coditiano o esforço em se adaptar a novos tempos. Não é tarefa fácil e requer ao mesmo tempo suor, estratégia e o treinamento do time de gestão para os novos paradigmas. Na China, as Edtechs criam um plug in no sistema tradicional das escolas,  off line das salas de aula, indo direto no celular de pais e alunos com aplicativos que revolucionam o engajamento hoje altamente desvitalizado dos alunos. E ainda induzem os pais a estarem mais próximos dos filhos no acompanhamento do para cada.  Hoje, circula a informação via TECHRUNHC de que a startup de educação chinesa Yuanfudao, fundada em 2014, pode ter levantado  US$ 250 milhões da  Tencent  e alcançado um valor de US $ 2,8 bilhões. Entenda que um empresa foi do nada a US$3 bilhões de dólares em apenas 4 anos…

O Knowbox ajuda os alunos a aprenderem, permitindo que eles participem de torneios gameficados e passem pelos níveis dos jogos aumentando muito o engajamento. Essas atividades ajudam o aplicativo a aumentar a fidelidade e a atividade do cliente.   O principal recurso do aplicativo é que ele estimula o aprendizado durante o jogo, disse Liu Ye, co-fundador da Knowbox. Os usuários gastam uma média de mais de 20 minutos por dia no aplicativo.  O Knowbox tem mais de duas dezenas de milhões de usuários e mais de 2,2 milhões de usuários ativos diários. Com 100 milhões de dados gerados em suas plataformas diariamente, o Knowbox cobre mais de 50.000 escolas primárias e secundárias em mais de 400 cidades em 32 províncias chinesas. Ele coletou mais de 20 bilhões de dados gerais.

Startup de educação chinesa Yuanfudao, fundada em 2014 alcançou um valor de US $ 2,8 bilhões.
Startup de educação chinesa Yuanfudao, fundada em 2014 alcançou um valor de US $ 2,8 bilhões.

Na China existem uma série de startups de tecnologia educacional com o objetivo de trazer as crianças (e seus pais) para suas plataformas. E enquanto houver um foco no aprendizado de idiomas ou trabalhos de casa, parece que os VCs (investidores) da China, cada vez mais influentes, e os investidores corporativos estão dispostos a fazer grandes apostas.

Três projetos se destacam no mercado da educação incluem a (1a.) Knowbox (ou Zuoye Hezi, que se traduz diretamente em “caixa de trabalhos de casa”), uma aplicação móvel centrada na gestão de para casas; o (2o)  17zuoye (que é um jogo sobre o chinês pinyin “yiqi zuoye”, que significa “lição de casa juntos” ou “trabalhar juntos”), que se concentra em Inglês e Matemática; e tem também a (3o.) Zuoyebang (“ajuda de casa”) de propriedade do Baidu, que recentemente conseguiu US $ 350 milhões da Série E de seus investidores;

Com investidores corporativos e VCs tradicionais como a Sequoia Capital China entrando, essas startups têm os baús lotados de dinheiro para entrar com fôlego na  guerra para assumir o espaço no mercado super competitivo da China.

E a sua Organização de Educação? Já está entendo a transformação cognitiva em curso?

 

Comentários