Blog Veículos

Fábricas de carros utilizam realidade virtual nas linhas de produção no Brasil

26/04/2018 15:02:54

Óculos 3D, joysticks e tela de projeção são utilizados para criar modelos digitais e testar cada etapa da montagem do carro.

Na Sala de Realidade Virtual, é possível simular uma linha de produção completa
Na Sala de Realidade Virtual, é possível simular uma linha de produção completa

Por Thiago Ventura

O que antes parecia aplicação apenas no universo de games e produtos digitais já é realidade na indústria automobilística, inclusive no Brasil. Entre as mudanças do conceito conhecido como ‘Indústria 4.0’,  o uso da realidade virtual facilita a criação de novos processo de produção a cada lançamento.

Um exemplo é da Fiat Chrysler Automóveis (FCA): a montagem de um novo modelo ocorre, primeiro, no ambiente virtual! Nesses espaços, as ferramentas são os óculos 3D, joysticks e a tela de projeção. O objetivo é testar cada etapa da montagem do carro.

“Entre as inovações da Indústria 4.0 está o conceito do Digital Twin, ou seja, gêmeo digital, onde é possível criar e testar processos antes de serem instalados fisicamente”, aponta Fábio Pugliese, especialista de Engenharia de Manufatura da FCA. Um dos softwares utilizado é o IC.IDO, do fornecedor francês ESI. A FCA foi a primeira empresa do setor automotivo no Brasil a utilizar o IC.IDO aplicado à manufatura.

A ferramenta cria uma linha de produção virtual,  idêntica à real, para montagem do modelo. Assim,  é possível antecipar qualquer problema e rever os processos e evitar desperdício de tempo e recursos. O custo para criar a sala de realidade virtual, na planta de Betim (MG),  foi de R$ 1 milhão. Mas a marca afirma que  o investimento já foi recuperado com oito meses de uso!

“É possível mapear todos os movimentos e postura dos operadores na execução das atividades como, por exemplo, a montagem de uma lanterna”, conta Eric Baier, especialista em Simulação Virtual da marca.  Um exemplo de  aplicação recente aconteceu no painel do Fiat Cronos. O processo de montagem da peça foi todo elaborado virtualmente.  Em Goiana (PE), a solução foi aplicada para validação das linhas de produção do Jeep Renegade, Jeep Compass e Fiat Toro.

Através de um óculos, inspetor de qualidade consegue identificar falhas na montagem.
‘Inspetor Robocop’: através de um óculos, funcionário de qualidade consegue identificar falhas na montagem.

Realidade aumentada

Outra exemplo de marca que aplica processo da Indústria 4.0 no Brasil é a Renault. Prestes a completar 20 anos de produção no país, a francesa utiliza em sua planta no Paraná o sistema sistema HTC Vive.

Funcionários da área de Carroceria recebem treinamento em realidade virtual com interatividade em três dimensões. O sistema simula o ambiente de trabalho e todos os processos que serão realizados na linha de produção.

A Renault também utiliza a Realidade Aumentada através de óculos utilizados pelos inspetores de produção. O equipamento exibe imagens com os parâmetros de cada modelo. Ao identificar alguma irregularidade, o óculos exibe sinal visual e sonoro ao inspetor, mostrando o problema.

 

Comentários