JESUÍTAS: 500 ANOS DE TRADIÇÃO E EXCELÊNCIA ASSINE NOSSA NEWSLETTER CONTATO

Colunas Paulo Umberto Stumpf

24/04/2011  |  domtotal.com

O peso tributário e a ponte que cai

Você trabalha quatro meses por ano para pagar impostos. Quando chega um feriadão, a ponte cai, a rodoviária e os aeroportos ficam superlotados, tudo atrasa e você fica grande parte do feriado no trânsito saturado.
Com a carga tributária do Brasil, os benefícios públicos deveriam ser de excelente, espetacular qualidade. No entanto, o que se vê é o descalabro da Segurança, a falência da Saúde e o descaso com a Educação pública. Em termos de desenvolvimento de infraestrutura (rodoviárias, aeroportos, estradas...), na última década o Brasil não teve nada de significativo. E a farra da gastança pública neste período desperdiçou uma oportunidade histórica para o país colocar as bases de um desenvolvimento sustentável.

O abalo na ponte sobre o Rio das Velhas é um símbolo do precário estado de conservação das estradas brasileiras. Além dos freqüentes e graves acidentes no Anel Rodoviário e na BR-381, o caos do trânsito nessas rodovias já faz parte da triste rotina dos mineiros, com o preço de vidas humanas e incalculáveis prejuízos ao desenvolvimento econômico.

O problema do Anel Rodoviário arrasta-se interminavelmente num empurra-empurra irresponsável. Até houve licitação para início das obras. Porém, a coisa foi interrompida pela corrupção no DNIT. Solução: colocaram mais radares. E quanta eficiência na cobrança dessas multas e de outras taxas!

Já no caso da BR-381, simplesmente nem houve a manutenção indispensável em uma ponte que foi construída há décadas para um tráfego que não correspondia a 20% do fluxo atual de veículos. Segundo o DNIT, há umas 30 pontes com risco de desabamento nas rodovias federais em MG. E aquela que caiu não estava na lista.

Embora os tributos sejam tão pesados, não é o peso deles que derruba ponte. Pelo visto, os tributos não passam por lá, não duplicam a BR-381, não fazem a manutenção necessária, nem resolvem os riscos à segurança do trânsito.

Quem passa nessas vias são os contribuintes cansados de tanta penalização, de tanta falta de conservação de vias públicas, de tantos buracos nas estradas, de tanta corrupção e falta de seriedade para resolver problemas tão simples.

Enquanto isso, em festa, autoridades trocam medalhas e homenageiam políticos que ninguém saberia dizer quais são os grandes méritos para que muitos deles recebam tamanha deferência pública.

O Dia de Tiradentes poderia conter um instante de luto pelas vítimas da espoliação tributária. Pois, a causa que levou ao martírio os Inconfidentes persiste, inclusive, sob auspício ou omissão de autoridades que atualmente os reverenciam.

O cidadão tem prazo para fazer sua declaração de imposto de renda e ai dele se perder prazo ou não declarar corretamente. Quando o nosso país terá prazo para autoridades serem responsabilizadas pela inoperante, ineficiente e má destinação de recursos públicos?
Paulo Umberto Stumpf é Mestre e Doutor em Direito pela UFMG, licenciado em Filosofia e Bacharel em Teologia. Advogado.

Paulo Umberto Stumpf é Mestre e Doutor em Direito pela UFMG, licenciado em Filosofia e Bacharel em Teologia. Advogado. É Reitor e Professor do Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da Escola Superior Dom Helder. Coordenador Geral do ECOS – Movimento Socioambiental e Jurídico. Diretor Geral do Portal DomTotal. Autor de vários artigos e livros, entre eles, "O Princípio Constitucional da Dignidade Humana".






X Fechar







código captcha



Comentários

Escreva seu comentário Total de comentários:4
Sérgio Naya | 26/04/2011 18:11
Caso o Estado se interesse posso fornecer a areia,para construção da nova ponte na BR381, por um “precinho” camarada, !
responder comentário Responder Sérgio Naya
Márcio Fonseca Bridges | 26/04/2011 18:04
Deveríamos aproveitar a projeção que teremos na mídia internacional no período da Copa do Mundo e nas Olimpíadas para deflagramos um grande movimento pela redução de tributos, incentivo à educação, ao desenvolvimento e a moralidade na política Nacional. O país urge por um partido ou grupo político que levante esta bandeira. Acorda Brasil!! Ninguém aguenta tanto imposto!
responder comentário Responder Márcio Fonseca Bridges
Carlos | 25/04/2011 13:07
Poderiam mudar a foto do senhor Paulo Stumpf, stá parecendo um acadêmico da década de 70.... destoando, assim, das fotos dos outros colunistas...
responder comentário Responder Carlos
Lucia | 25/04/2011 10:23
Sem contar com o caos nos transportes públicos, atendimento em repartições públicas, atendimento médico...
responder comentário Responder Lucia



Outros artigos

Vídeos

Tempestade de neve nos EUA deixa 10 mortos
Acervo de Entrevistas

Agenda Cultural

Cinema  |  Teatro  |  Shows
Filmes Ventos de Agosto
"Ventos de Agosto"
Drama
1h17min.

Enquete

Você está poupando água para tentar evitar um possível racionamento?

Sim
Não

Participe e concorra a prêmios.

TV DomTotal

Prof. Paulo Jackson Sousa: Evangelho de Marcos
Mais

Revista

Vol. 10 / Nº 19

CAPES: Qualis B1
Entre as melhores do Brasil