JESUÍTAS: 500 ANOS DE TRADIÇÃO E EXCELÊNCIA ASSINE NOSSA NEWSLETTER CONTATO
Cível - Impugnação a Cumprimento de Sentença



EXMO. SR. JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA MUNICIPAL DA COMARCA DE BELO HORIZONTE



LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA Nº MMMMMMMMMMMMMMMM
EXEQUENTE: IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
EXECUTADO: TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT





O TTTTTTTTTT por seu Procurador in fine assinado, nos termos facultados pela legislação processual em vigor, vem, em atendimento a intimação de fls.405, se manifestar sobre a liquidação de sentença, nos termos da planilha de cálculo anexa.

Após análise dos autos do processo em epígrafe, o Município não concorda com os cálculos de fls.354/376, pelos seguintes motivos:

O exequente inseriu juros contados desde a data dos pagamentos dos IPTU’s. Em repetição de indébito, deverá ser obedecido o que dispõe o art.167 do CTN:

“A restituição vence juros não capitalizáveis, a partir do trânsito em julgado da decisão definitiva que a determinar”.

A Súmula 188 do STJ determina o seguinte:

“Os juros moratórios, na repetição do indébito tributário são devidos a partir do trânsito em julgado da sentença”.

A partir de janeiro de 1999, o exequente depositou os valores devidos judicialmente. Portanto, a partir dessa data, os valores deverão ser apurados para que possa ser levantado o alvará devido parte ao exequente e parte ao executado.

A fim de apurar os valores a serem levantados por cada parte, o exequente deverá juntar aos autos as quias de IPTU de 1999 a 2006 para verificação dos valores cobrados à época.

Ressalta-se que o exequente não acostou a guia do depósito judicial de 2004.

Portanto, conforme planilha anexa, conclui-se um total de R$ 66.972,18 e um excesso de execução de R$ 69.585,65 em junho de 2004 (mesma data dos cálculos da exequente).


Pede deferimento.
Belo Horizonte, 22 de fevereiro de 2008.


AAAAAAAAAAAAAAAAA
OAB.MG

Vídeos

Militar de Burkina Faso assume como presidente
Acervo de Entrevistas

Agenda Cultural

Cinema  |  Teatro  |  Shows
Filmes Mostra “Medo e Delírio no Cinema Brasileiro Contemporâneo”
"“Medo e Delírio no Cinema Brasileiro Contemporâneo”"
Terror

Enquete

Qual deve ser a prioridade do próximo governo da presidente Dilma Rousseff?

Reforma tributária
Reforma política
Combate à corrupção
Melhoria da infraestrutura do país
Medidas contra a inflação

Participe e concorra a prêmios.

TV DomTotal

Prof. Afonso Murad: Libanio, o teólogo que pensou (com) a juventude
Mais

Revista

Vol. 10 / Nº 19

CAPES: Qualis B1
Entre as melhores do Brasil