;
ESDHC

10/03/2017 | domtotal.com

Presidente da FIEMG destaca potencial do país em aula inaugural

Evento marcou a abertura solene dos trabalhos acadêmicos da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) e da Dom Helder Escola de Direito.

Momento histórico: EMGE tem sua primeira aula magna em noite de inauguração solene.
Momento histórico: EMGE tem sua primeira aula magna em noite de inauguração solene. Foto (Gilmar Pereira)
Alunos foram recepcionados com música no foyer.
Alunos foram recepcionados com música no foyer. Foto (Gilmar Pereira)
Professores e convidados posam para foto antes da aula inaugural.
Professores e convidados posam para foto antes da aula inaugural. Foto (Gilmar Pereira)
Professores e convidados se confraternizam antes da aula inaugural.
Professores e convidados se confraternizam antes da aula inaugural. Foto (Gilmar Pereira)
Convidados e membros da Dom Helder posam para foto na noite da aula inaugural.
Convidados e membros da Dom Helder posam para foto na noite da aula inaugural. Foto (Gilmar Pereira)
Aula magna marcou a inauguração solene da EMGE com presença do presidente da FIEMG (centro).
Aula magna marcou a inauguração solene da EMGE com presença do presidente da FIEMG (centro). Foto (Gilmar Pereira)
Professores e convidados aguardam o início da solenidade de inauguração da EMGE.
Professores e convidados aguardam o início da solenidade de inauguração da EMGE. Foto (Gilmar Pereira)
Franclim Sobral de Brito, reitor da EMGE; Olavo Machado Jr., presidente da FIEMG; Luís Cláudio Chaves, vice-presidente da OAB-Nacional; Maria Consuelo C. Máximo, conselheira do CREA e da Ass. dos Engenheiros; Paulo Umberto Stumpf, reitor da Dom Helder.
Franclim Sobral de Brito, reitor da EMGE; Olavo Machado Jr., presidente da FIEMG; Luís Cláudio Chaves, vice-presidente da OAB-Nacional; Maria Consuelo C. Máximo, conselheira do CREA e da Ass. dos Engenheiros; Paulo Umberto Stumpf, reitor da Dom Helder. Foto (Gilmar Pereira)
Dr. Olavo Machado Júnior, presidente da FIEMG, paramenta-se para a solenidade.
Dr. Olavo Machado Júnior, presidente da FIEMG, paramenta-se para a solenidade. Foto (Gilmar Pereira)
Compuseram a mesa solene  Dr. Luís Claudio Chaves, prof. Dra. Ana Célia Rocha, Dr. Olavo Machado Júnior, prof. Dr. Paulo Umberto Stumpf, prof. Dr. Franclim Sobral de Brito, Dra. Maria Consuelo Cardoso Máximo, prof. Dr. José Antônio de Souza Neto.
Compuseram a mesa solene Dr. Luís Claudio Chaves, prof. Dra. Ana Célia Rocha, Dr. Olavo Machado Júnior, prof. Dr. Paulo Umberto Stumpf, prof. Dr. Franclim Sobral de Brito, Dra. Maria Consuelo Cardoso Máximo, prof. Dr. José Antônio de Souza Neto. Foto (Gilmar Pereira)
Prof. Dr. Paulo Umberto Stumpf, reitor da Dom Helder, dá início à solenidade.
Prof. Dr. Paulo Umberto Stumpf, reitor da Dom Helder, dá início à solenidade. Foto (Gilmar Pereira)
Prof. Dr. Franclim Sobral de Brito, reitor da EMGE, recorda o caminho que culminou no nascimento da Escolha de Engenharia.
Prof. Dr. Franclim Sobral de Brito, reitor da EMGE, recorda o caminho que culminou no nascimento da Escolha de Engenharia. Foto (Gilmar Pereira)
Dr. Luís Cláudio Chaves, vice-presidente da OAB-Nacional, endossa a qualidade de ensino da Dom Helder.
Dr. Luís Cláudio Chaves, vice-presidente da OAB-Nacional, endossa a qualidade de ensino da Dom Helder. Foto (Gilmar Pereira)
Conselheira do CREA e da Associação dos Engenheiros, Dra. Maria Consuelo Cardoso Máximo, lê carta enviada pelo presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.
Conselheira do CREA e da Associação dos Engenheiros, Dra. Maria Consuelo Cardoso Máximo, lê carta enviada pelo presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. Foto (Gilmar Pereira)
Membros que compõe a mesa solene se põem de pé para a execução do Hino Nacional.
Membros que compõe a mesa solene se põem de pé para a execução do Hino Nacional. Foto (Gilmar Pereira)
Hino Nacional é executado enquanto bandeiras são hasteadas.
Hino Nacional é executado enquanto bandeiras são hasteadas. Foto (Gilmar Pereira)
Bandeira da EMGE, do Estado de Minas Gerais, do Brasil e da Dom Helder são hasteadas na solenidade.
Bandeira da EMGE, do Estado de Minas Gerais, do Brasil e da Dom Helder são hasteadas na solenidade. Foto (Gilmar Pereira)
Integrantes da tribuna de honra aplaudem ao conferencista da noite, Dr. Olavo Machado Júnior.
Integrantes da tribuna de honra aplaudem ao conferencista da noite, Dr. Olavo Machado Júnior. Foto (Gilmar Pereira)
Dr. Olavo Machado Júnior posta-se na tribuna para a conferência da noite.
Dr. Olavo Machado Júnior posta-se na tribuna para a conferência da noite. Foto (Gilmar Pereira)
Aula inaugural da EMGE foi ministrada pelo presidente da FIEMG, Dr. Olavo Machado Júnior.
Aula inaugural da EMGE foi ministrada pelo presidente da FIEMG, Dr. Olavo Machado Júnior. Foto (Gilmar Pereira)
Vice-reitor da Dom Helder, Prof. Dr. Estêvão Freitas; pró-reitora administrativa da Dom Helder, Cácia Stumpf; Dr. Jacob L. C. Máximo, presidente do Conselho Fiscal da Mantenedora da Dom Helder; Dr. Sérgio Cavaliere, presidente da UNIAPC/ América Latina.
Vice-reitor da Dom Helder, Prof. Dr. Estêvão Freitas; pró-reitora administrativa da Dom Helder, Cácia Stumpf; Dr. Jacob L. C. Máximo, presidente do Conselho Fiscal da Mantenedora da Dom Helder; Dr. Sérgio Cavaliere, presidente da UNIAPC/ América Latina. Foto (Gilmar Pereira)
Alunos estiveram atentos às palavras do conferencista da noite, Dr. Olavo Machado Júnior.
Alunos estiveram atentos às palavras do conferencista da noite, Dr. Olavo Machado Júnior. Foto (Gilmar Pereira)
Alunos acompanham detalhes da palestra nos telões.
Alunos acompanham detalhes da palestra nos telões. Foto (Gilmar Pereira)
Dr. Olavo Machado Júnior comparou indústria do passado com a do futuro.
Dr. Olavo Machado Júnior comparou indústria do passado com a do futuro. Foto (Gilmar Pereira)
O conferencista Dr. Olavo Machado Júnior é aplaudido ao final de sua palestra.
O conferencista Dr. Olavo Machado Júnior é aplaudido ao final de sua palestra. Foto (Gilmar Pereira)
O sr. Fábio Veras apresentou o programa FIEMG Lab.
O sr. Fábio Veras apresentou o programa FIEMG Lab. Foto (Gilmar Pereira)
Dr. Sérgio Cavaliere, presidente da União Internacional de Dirigentes Cristãos de Empresa/ América Latina (UNIAPC), motiva os alunos a serem profissionais éticos.
Dr. Sérgio Cavaliere, presidente da União Internacional de Dirigentes Cristãos de Empresa/ América Latina (UNIAPC), motiva os alunos a serem profissionais éticos. Foto (Gilmar Pereira)
Prof. Paulo Umberto Stumpf, reitor da EMGE, encerra os trabalhos da noite convidando ao descerramento da placa da EMGE.
Prof. Paulo Umberto Stumpf, reitor da EMGE, encerra os trabalhos da noite convidando ao descerramento da placa da EMGE. Foto (Gilmar Pereira)
O reitor da EMGE, prof. Dr. Franclim Sobral de Brito, e o conferencista, Dr. Olavo Machado Júnior, descerram a placa de inauguração da EMGE.
O reitor da EMGE, prof. Dr. Franclim Sobral de Brito, e o conferencista, Dr. Olavo Machado Júnior, descerram a placa de inauguração da EMGE. Foto (Gilmar Pereira)
Prof. Paulo Umberto Stumpf faz a inauguração solene da EMGE.
Prof. Paulo Umberto Stumpf faz a inauguração solene da EMGE. Foto (Gilmar Pereira)
Placa de inauguração da EMGE é exposta aos presentes.
Placa de inauguração da EMGE é exposta aos presentes. Foto (Gilmar Pereira)
Prof. Franclim Sobral de Brito, reitor da EMGE, e Dr. Olavo Machado Júnior, presidente da FIEMG, posam para foto histórica na inauguração solene da Escola de Engenharia.
Prof. Franclim Sobral de Brito, reitor da EMGE, e Dr. Olavo Machado Júnior, presidente da FIEMG, posam para foto histórica na inauguração solene da Escola de Engenharia. Foto (Gilmar Pereira)

Por Patrícia Azevedo
Repórter Dom Total 

Um país complicado, mas viável. Um estado com muitas riquezas e uma cidade que pode se tornar símbolo de competência, inovação e tecnologia. Assim o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), Olavo Machado Junior, sintetizou a mensagem principal de sua conferência realizada na noite desta sexta-feira (10), em Belo Horizonte, aos calouros da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) e da Dom Helder Escola de Direito. “Gosto de começar pela conclusão, dizendo aonde quero chegar”, brincou.

Convidado para abrir as atividades letivas das instituições, Olavo Machado Junior destacou a todo o momento as oportunidades que se apresentam aos estudantes, mesmo ao falar sobre o difícil momento enfrentado pelo Brasil. “Vemos o resultado da crise diariamente em nossas cidades. A economia brasileira precisará crescer aproximadamente 7,5% para voltar aos níveis de 2014. O estudante de engenharia pode falar: ‘Eu não tenho mercado’. Ou pode dizer: ‘Eu tenho todo o mercado. Posso criar soluções que ninguém pensou até hoje, fazer a diferença’. O mesmo vale para os futuros advogados”, apontou Olavo.

Para ele, há sinais que o cenário econômico deve melhorar em 2017, como o recuo da inflação, os novos projetos em infraestrutura apresentados pelo governo, a injeção de recursos na economia com as contas inativas do FGTS, a queda da taxa de juros e o crescimento das exportações. “Cidades como Nova Serrana e Juiz de Fora já enfrentam a falta de mão de obra qualificada”, informou.

Ao falar sobre o início das atividades da EMGE, o presidente da FIEMG destacou que as perspectivas são as melhores. “A ousadia de abrir um novo curso de Engenharia é necessária, precisamos de escolas com qualidade. Sei que o curso de Direito da Dom Helder surpreendeu as escolas tradicionais com seu conceito máximo e espero que a EMGE também se desponte, que possamos tirar daqui bons engenheiros”, afirmou.

Autoridades

Além de reunir calouros estudantes e professores, a aula inaugural contou com a participação de autoridades como o reitor da Dom Helder, professor Paulo Umberto Stumpf, o reitor da EMGE, professor Franclim Sobral de Brito, o Cônsul Geral do Reino Unido em Belo Horizonte, Thomas Nemes, o presidente da União das Associações de Dirigentes Cristãos de Empresa da América Latina, Sérgio Cavalieri, e o Superintendente de Novos Negócios do Sistema FIEMG, Guilherme Velloso.

“Esta é uma noite muito especial para nós, estamos com um duplo motivo de festa. Primeiro a abertura do ano acadêmico, recendo os calouros de Direito e Engenharia. E também a inauguração solene da Escola de Engenharia (EMGE), que já nasce privilegiada pela amizade de todas as autoridades presentes”, destacou o professor Paulo Umberto Stumpf.

O professor Franclim Sobral de Brito, reitor da EMGE, também ressaltou a importância da data e o longo caminho percorrido, desde as primeiras reuniões, há cinco anos, até as avaliações realizadas pelo Ministério da Educação (MEC), que concederam conceito máximo à Escola. “Gostaria de deixar três agradecimentos. A vocês, estudantes, que efetivamente inauguraram a Escola. Aos professores, que fazem parte deste projeto com muito afinco, responsabilidade e ousadia. E aos profissionais da Dom Helder, que têm emprestado à EMGE todo seu conhecimento e expertise. Tenho certeza que unimos três importantes elementos: competência, responsabilidade e compromisso com o Magis da Pedagogia de Santo Inácio de Loyola”, afirmou.

A solenidade contou também com a participação do professor Luís Cláudio Chaves, vice-presidente da OAB Nacional, que deixou uma reflexão aos estudantes sobre a importância da ética para o Direito e a Engenharia. “Vivemos um momento muito difícil no Brasil, que tudo isso nos sirva de lição. Lamentavelmente a sociedade respeita mais a ‘cultura do ter’ em detrimento da ‘cultura do ser’. Mas a marca de um profissional deve ser a ética, e não o carro que ele possui ou o escritório que ele ostenta”, alertou.

A engenheira Consuelo Cardoso Máximo fechou os discursos solenes, representando o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG), Jobson Andrade. “Vocês estão ingressando em uma carreira que é das mais importantes para garantir a qualidade de vida da população, bem como para o desenvolvimento econômico e social do país. Contem sempre com o apoio do CREA, que futuramente será o conselho profissional de vocês. A Dom Helder e agora a EMGE são exemplos de uma formação de qualidade”, destacou. 


Redação Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas