;
ESDHC

01/12/2017 | domtotal.com

Alunos da EMGE fazem exposição com maquetes de projetos sustentáveis

As maquetes de cinco cômodos visaram o respeito a natureza apresentando soluções e inovações ambientais.

Alunos da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) apresentam trabalho interdisciplinar.
Alunos da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) apresentam trabalho interdisciplinar. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Os professores José Antônio, Aline Oliveira e Maria Aparecida Cotta, organizadores do evento.
Os professores José Antônio, Aline Oliveira e Maria Aparecida Cotta, organizadores do evento. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Apresentação de trabalho interdisciplinar está na sua 2ª edição.
Apresentação de trabalho interdisciplinar está na sua 2ª edição. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
A abertura do evento esteve a cargo do Prof. Jose Antonio de Souza Neto.
A abertura do evento esteve a cargo do Prof. Jose Antonio de Souza Neto. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Além das maquetes, alunos do segundo período apresentaram alguns trabalhos.
Além das maquetes, alunos do segundo período apresentaram alguns trabalhos. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Alunos das turmas A e B participam da segunda edição do Trabalho Interdisciplinar.
Alunos das turmas A e B participam da segunda edição do Trabalho Interdisciplinar. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Alunos da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) apresentam trabalho interdisciplinar.
Alunos da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) apresentam trabalho interdisciplinar. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Proposta do trabalho é unir o conteúdo de todas as disciplinas do semestre.
Proposta do trabalho é unir o conteúdo de todas as disciplinas do semestre. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Além das maquetes, alunos do segundo período apresentaram alguns trabalhos.
Além das maquetes, alunos do segundo período apresentaram alguns trabalhos. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Os alunos deveriam elaborar um projeto sustentável de residência unifamiliar com baixo custo.
Os alunos deveriam elaborar um projeto sustentável de residência unifamiliar com baixo custo. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Além das maquetes, alunos do segundo período apresentaram alguns trabalhos.
Além das maquetes, alunos do segundo período apresentaram alguns trabalhos. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Os alunos devem seguir o código de obras da prefeitura de Belo Horizonte, sendo a escolha do zoneamento livre.
Os alunos devem seguir o código de obras da prefeitura de Belo Horizonte, sendo a escolha do zoneamento livre. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
O trabalho demanda parte descritiva, contendo as justificativas detalhadas sobre os aspectos técnicos, normas, condições de insolação, ventilação e ambientais.
O trabalho demanda parte descritiva, contendo as justificativas detalhadas sobre os aspectos técnicos, normas, condições de insolação, ventilação e ambientais. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Neste semestre, o terreno da construção deve ter uma área total de 300 m2, com geometria retangular com 15x20 m.
Neste semestre, o terreno da construção deve ter uma área total de 300 m2, com geometria retangular com 15x20 m. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Trabalho interdisciplinar é feito por alunos do 1º período da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE).
Trabalho interdisciplinar é feito por alunos do 1º período da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Projeto destaca a importância da engenharia sustentável.
Projeto destaca a importância da engenharia sustentável. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Trabalho demanda de parte prática, constituída de panfletos para divulgação e uma maquete coerente com o projeto arquitetônico.
Trabalho demanda de parte prática, constituída de panfletos para divulgação e uma maquete coerente com o projeto arquitetônico. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Engenharia Sustentável é o eixo direcionador da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE).
Engenharia Sustentável é o eixo direcionador da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Parte do trabalho demanda desenhos arquitetônicos, com planta baixa, de cobertura e de situação, fachada frontal e fachada lateral, e cortes longitudinal e transversal.
Parte do trabalho demanda desenhos arquitetônicos, com planta baixa, de cobertura e de situação, fachada frontal e fachada lateral, e cortes longitudinal e transversal. Foto (Gilmar Pereira/ Dom Total)
Avaliadores da exposição dos alunos do primeiro período da EMGE.
Avaliadores da exposição dos alunos do primeiro período da EMGE. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Criadora da logomarca, Débora Matos, recebe prêmio.
Criadora da logomarca, Débora Matos, recebe prêmio. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
O grupo formado pelos alunos Jeandra, Anne Caroline, Jefferson e Pedro da turma A foram os vencedores da exposição.
O grupo formado pelos alunos Jeandra, Anne Caroline, Jefferson e Pedro da turma A foram os vencedores da exposição. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
O grupo formado pelos alunos Jeandra, Anne Caroline, Jefferson e Pedro da turma A foram os vencedores da exposição.
O grupo formado pelos alunos Jeandra, Anne Caroline, Jefferson e Pedro da turma A foram os vencedores da exposição. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)

Por Patrícia Almada
Reporter DomTotal

Espaço verde, sustentabilidade e construção de sonhos. Esses foram os conceitos aplicados pelos alunos do primeiro período que exibiram, na noite desta sexta-feira (1) maquetes de casas com cinco cômodos que visam o respeito à natureza, apresentando soluções e inovações ambientais. O evento aconteceu no hall de entrada da Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE)

Para uma das organizadoras do evento, a professora de português Maria Aparecida Leite Mendes Cota, a ideia inicial é que o aluno faça a leitura das pessoas, sociedade, cidade e como criam suas moradias. “ A habitação tem o valor de representação humana. As pessoas possuem sonhos e planejam como querem suas casas dentro do modelo que alimentam durante a vida. Atualmente, por causa da sustentabilidade e mudanças sociais, o modelo de habitação tem-se alterado drasticamente. A intenção é mostrar para os alunos como os valores sociais, morais, culturais, históricos, ideológicos e políticos estão sustentando as moradias”, analisa.

A professora ressalta também que os estudantes, ao fazerem os projetos, não estão vendendo apenas casas, e sim sonhos. “Sonho se vende tocando as emoções. Para tocar emoções é necessário conhecer bem as pessoas, o perfil, crenças, valores, estrutura da sociedade e mudanças familiares”, acrescenta.

Abertura

O pró-reitor de pesquisa, Jose Antonio de Souza Neto, abriu a exposição exaltando o trabalho e esforço desempenhado pelos grupos. “É uma alegria enorme ver vocês completarem esta primeira etapa. É uma satisfação muito grande ver materializado os esforços que vocês fizeram. Tenho certeza que cada um de vocês fez o melhor que pôde dentro das circunstâncias específicas de cada um. Mas o importante para nós é ter a certeza que fizeram o melhor que tinham condição de fazer dentro da realidade de cada um”, disse.

Trabalhos

Os alunos do primeiro período apresentaram várias inovações tecnológicas e soluções ambientais durante a exposição dos trabalhos.

O grupo da aluna Jeandra Santos, por exemplo, trouxe para a exposição o telhado verde. “A partir da proposta de buscar uma solução para os problemas que possuímos no âmbito urbano veio a ideia do telhado verde, que é muito utilizado no Rio Grande do Sul e na Europa. O telhado reduz o impacto da construção na área, ajuda a fazer a fotossíntese e a eliminação do carbono, funcionando como um filtro ambiental. Além disso, absorve a água da chuva. A absorção é utilizada para manter o próprio telhado verde nas épocas de estiagem”, explica.

Já o grupo do estudante Flávio Luiz Andrade fez um painel fotovoltaico onde há a produção de energia elétrica da própria casa e também o coletor solar para o aquecimento da água. “Todas essas alternativas diminuem o consumo de energia elétrica e trazem o desenvolvimento sustentável”, conta.

Avaliação

Os trabalhos foram avaliados pelos professores da EMGE, convidados e alunos do segundo período.

O grupo formado pelos alunos Jeandra, Anne Caroline, Jefferson e Pedro, da turma A, foram os vencedores da exposição.

Além dos professores Jose Antonio e Maria Aparecida Cota, os professores Luiz Carlos Santos e a professora coordenadora do curso Aline Oliveira estavam presentes ajudando a organizar a exposição.



Redação DomTotal

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas