;
ESDHC

03/02/2018 | domtotal.com

Turmas da Dom Helder celebram a conclusão do curso

Cerimônia de colação de grau dos formandos da noite foi realizada neste sábado (3), na sede da Escola.

Alunos se concentraram antes do início da cerimônia.
Alunos se concentraram antes do início da cerimônia. Foto (Larissa Troian)
O reitor Paulo Humberto Stumpf juntamente com a direção e os professores, minutos antes do início da cerimônia.
O reitor Paulo Humberto Stumpf juntamente com a direção e os professores, minutos antes do início da cerimônia. Foto (Larissa Troian)
A mesa composta por Luiz Chaves, Valdênia de Carvalho, Estevão D'ávila, Paulo Humberto Stumpf, Anacélia Santos Rocha, Francisco Haas e Maria Otília Lima Sobral.
A mesa composta por Luiz Chaves, Valdênia de Carvalho, Estevão D'ávila, Paulo Humberto Stumpf, Anacélia Santos Rocha, Francisco Haas e Maria Otília Lima Sobral. Foto (Larissa Troian)
Com a palavra, o reitor Paulo Humberto Stumpf.
Com a palavra, o reitor Paulo Humberto Stumpf. Foto (Larissa Troian)
Emocionados e cheios de expectativas, formandos ocuparam o auditório.
Emocionados e cheios de expectativas, formandos ocuparam o auditório. Foto (Larissa Troian)
Os professores Fernando Toletino, Predo Elizer Maia, Thiago Loures Machado, Humberto Gomes, Marcelo Santoro e Marcelo Kokke.
Os professores Fernando Toletino, Predo Elizer Maia, Thiago Loures Machado, Humberto Gomes, Marcelo Santoro e Marcelo Kokke. Foto (Larissa Troian)
Formandos proferiram o Hino Nacional para início da cerimônia.
Formandos proferiram o Hino Nacional para início da cerimônia. Foto (Larissa Troian)
O orador da turma, Diego Luís Claret Chagas.
O orador da turma, Diego Luís Claret Chagas. Foto (Larissa Troian)
Amigos e familiares assistiram emocionados aos depoimentos.
Amigos e familiares assistiram emocionados aos depoimentos. Foto (Larissa Troian)
O paraninfo da turma, professor Fernando Lage Tolentino.
O paraninfo da turma, professor Fernando Lage Tolentino. Foto (Larissa Troian)
Para proferir a homenagem aos pais, a formanda Luciana Aparecida Teixeira.
Para proferir a homenagem aos pais, a formanda Luciana Aparecida Teixeira. Foto (Larissa Troian)
Convidados lotaram o auditório da Dom Helder Escola de Direito.
Convidados lotaram o auditório da Dom Helder Escola de Direito. Foto (Larissa Troian)
Para a homenagem aos pais ausentes, a formanda Hanella Beatriz Ribeiro Soares.
Para a homenagem aos pais ausentes, a formanda Hanella Beatriz Ribeiro Soares. Foto (Larissa Troian)
Formandos proferiram o juramento.
Formandos proferiram o juramento. Foto (Larissa Troian)
O reitor Paulo Humberto Stumpf conferiu grau à formanda Thais Marjory de Carvalho.
O reitor Paulo Humberto Stumpf conferiu grau à formanda Thais Marjory de Carvalho. Foto (Larissa Troian)
O professor Pedro Eliezer Maia entregou o canudo aos alunos.
O professor Pedro Eliezer Maia entregou o canudo aos alunos. Foto (Larissa Troian)
O professor Fernando Tolentino saudou os formandos após o recebimento do canudo.
O professor Fernando Tolentino saudou os formandos após o recebimento do canudo. Foto (Larissa Troian)
O professor Pedro Eliezer Maia entregou o canudo aos alunos.
O professor Pedro Eliezer Maia entregou o canudo aos alunos. Foto (Larissa Troian)

Vocês são capazes de se lembrar de como eram há cinco anos? Em 2013, oitenta alunos iniciaram a graduação em Direito na Escola Superior Dom Helder Câmara, no turno da noite. Nesta sábado (3), eles retornaram à sede da Escola para celebrar o fim deste ciclo, em cerimônia de colação de grau marcada pelos sentimentos de orgulho, alegria e gratidão.

“Peço aos meus colegas e amigos, e aos demais presentes que se sentirem inspirados, que fechem os olhos por um momento, e encontrem seu eu interior, de cinco anos atrás. Olhem para este ser humano, e se coloquem ao lado dele agora. Vejam as diferenças físicas, emocionais e intelectuais”, convidou o formando Diego Luís Claret Chagas, orador das turmas.

Para a formanda Flávia Viela, a mudança foi radical e proporcionou a realização de um antigo sonho. “Há cinco anos eu tinha uma empresa e abri mão de tudo. Esta é a minha segunda graduação, sou fonoaudióloga, mas sempre quis fazer Direito. Hoje me sinto mais madura e preparada para encarar o mercado de trabalho”, contou Flávia. Além do diploma, ela deixa a Escola levando ótimas lembranças e um grande carinho por todos. “É uma instituição muito boa, inclusive minha filha está vindo pra cá neste semestre, porque realmente acredito na Dom Helder”, completou.

A história de Flávia é uma em oitenta, mas como lembrou o orador Diego, todas são únicas e especiais. “O Eu que somos hoje é fruto das escolhas deste Eu nestes últimos cinco anos. Acima de tudo, eu quero que todos nós sintamos orgulho, porque independente de como estivermos neste momento... Nós não desistimos! Seguimos em frente, superando desafios, vencendo, caindo e nos reerguendo”, afirmou Diego.

O orador compartilhou ainda um pensamento que já carrega consigo há bastante tempo: “a empatia é a melhor forma de salvar o mundo”, destacando a necessidade de tentar, mesmo que por um instante, sentir a dor e o prazer de ser o outro. “O advogado é ser humano e ele lida com seres humanos, independente de quem ele represente. Porém, de nada vai adiantar, sermos ótimos juristas, caso sejamos péssimos seres humanos”, apontou Diego.

Ao final, agradeceu a todos que participaram dessa jornada – pais, amigos, familiares – e desejou sucesso aos colegas. “Que sejamos os cidadãos que nosso país precisa e que, acima de tudo, sejamos espelho daquilo que buscamos na sociedade”, finalizou.

Trabalhar em conjunto

A cerimônia de colação de grau prosseguiu com o discurso do professor Fernando Tolentino, paraninfo das turmas. “Eu tinha preparado um discurso razoavelmente sucinto, até um pouco modesto, porque vocês já devem estar cansados de me ouvirem falar. Mas depois da fala do Diego eu vejo que minha situação ficou mais complexa”, brincou o professor.

Deixando a leveza de lado por alguns instantes, Tolentino refletiu sobre a crise vivida pelo Brasil, apontando suas diferentes faces: a econômica, a constitucional, a jurídica, e especialmente, a ética e a moral. “Momentos difíceis nos aguardam. O que mais me preocupa é esta polarização irracional na qual estamos inseridos desde meados de 2013, e se agrava a cada dia. Quais os ganhos efetivos obtemos com essa radicalização entre azul e vermelho, entre direita e esquerda, coxinhas e mortadelas?”, questionou o professor.

Citando palavras do ex-presidente americano Barack Obama, apontou o que acredita ser o melhor caminho: trabalhar em conjunto, buscar a unidade de objetivos. “É exatamente neste ponto que vocês entram na história. Estou diante de pessoas fantásticas, inteligentes, esforçadas, capazes de fazer algo diferente e bom dentro da nossa sociedade. Mas principalmente, estou diante de pessoas éticas e honestas. É exatamente esse conjunto de qualidades que me faz ter esperança em dias melhores”, afirmou, ressaltando a admiração que sente pelos seus afilhados e afilhadas.

A responsabilidade é grande, lembrou Tolentino, para então tranquilizar os novos bacharéis. “Vocês têm sólida formação jurídica e o coração do tamanho do mundo. Devem estar se perguntando: o que será daqui pra frente? Vou dar conta? Tenho certeza que sim. Em nome dos professores e da instituição, digo que estaremos sempre aqui, contem conosco”, disse.

Escritório modelo

Apoio que cresce a cada ano, como destacou o reitor Paulo Umberto Stumpf. Em seu discurso, ele anunciou a inauguração de Escritório Modelo ainda neste mês, que poderá ser utilizado pelos ex-alunos em início de carreira. “O espaço funcionará aqui perto, na Rua Álvares Maciel, número 530. Foi construído em parceria com a EMGE com toda a tecnologia, e vocês poderão utilizá-lo para atender seus clientes. Divulgaremos mais informações em breve”, informou.

Homenagens

A cerimônia de colação de grau contou ainda com homenagens aos professores Thiago Loures, Humberto Macedo, Marcelo Santoro, Marcelo Kokke e Pedro Maia, patrono das turmas. Os formandos homenagearam também a funcionária Jéssica Marques. A homenagem aos pais foi proferida pela formanda Luciana Aparecida Teixeira, enquanto Hanella Beatriz Soares falou aos pais ausentes. Já o juramento foi proferido pela formanda Thais Marjory de Carvalho.


Texto: Patrícia Azevedo/Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!


Instituições Conveniadas