Mundo

11/01/2017 | domtotal.com

Trump diz que 'será o maior criador de empregos que Deus criou'

Presidente eleito disse acreditar que a Rússia estava por trás da pirataria dos servidores de campanha eleitoral democrata.

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, durante coletiva de imprensa na Torre Trump, em Nova York, no dia 11 de janeiro de 2017
O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, durante coletiva de imprensa na Torre Trump, em Nova York, no dia 11 de janeiro de 2017 (AFP)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, em sua primeira coletiva de imprensa, afirmou que seu governo será o maior criador de empregos já existente. "Vamos criar empregos. Eu disse que serei o maior criador de empregos que Deus já criou. E eu falo sério", enfatizou.

Também comentou acreditar que a Rússia estava por trás da pirataria dos servidores de campanha eleitoral democrata, mas que o dossiê russo que teria informações comprometedoras contra sua pessoa é falso. "Sobre a pirataria, acho que foi a Rússia, mas também acho que fomos hackeados por outros países, outras pessoas", afirmou.

A respeito do presidente russo, disse que será uma vantagem se Putin gostar dele, mas admitiu que não será fácil uma aliança. "Se Putin gosta do Donald Trump, considero isso uma vantagem, não um empecilho, porque temos uma relação horrível com a Rússia", explicou.

Ele também deixou claro que passou o controle total de seus negócios para seus dois filhos, Don Jr. e Eric, para evitar qualque tipo de conflito de interesses. "Meus dois filhos, que estão aqui, Don e Eric, vão dirigir a companhia. Eles vão dirigi-la de uma maneira muito profissiional. Eles não vão discutir comigo", disse, acrescentando já ter assinado os documentos de transferência dos negócios da Trump Organization.

Por fim, confidenciou que rejeitou um negócio de dois bilhões de dólares oferecido por um empresário de Dubai na semana passada, o que demonstra que ele se desvinculou de qualquer tipo de negócio para se dedicar à Casa Branca.

"Na semana passada, me ofereceram US$2 bilhões para fazer um negócio em Dubai com um grande, grande homem, um grande empresário do Oriente Médio". "Eu não precisava rejeitar. "Mas eu tenho uma política de não criar conflitos de interesse como presidente".

Dossiê russo

Donald Trump acusou as agências de Inteligência americanas de vazarem para a imprensa um dossiê com memorandos russos que contêm informação comprometedora e não verificada contra ele.

"Acho que é muito triste quando informes de Inteligência são vazados para a imprensa. Acho que é muito triste. Antes de mais nada, é ilegal", afirmou Trump, em sua primeira entrevista coletiva como presidente eleito, insistindo em que apenas as agências podem ter vazado o material. "Acho que é escandaloso que se permita que essa informação seja vazada", reforçou.

"São todas notícias falsas. São coisas mentirosas. Nunca aconteceu", disse Trump, acrescentando que "um grupo de opositores se juntou, gente doente, e produziu esse lixo".


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas