Brasil Cidades

16/06/2017 | domtotal.com

O espólio dos Capos

Sanguessugas incapazes de se apiedarem da miséria cravada no seio da nação.

Estamos no inferno provisório para a futura redenção no paraíso?
Estamos no inferno provisório para a futura redenção no paraíso? (Reprodução)

Por Eleonora Santa Rosa*

A que ponto chegamos?
Que buraco é este em que o país está metido? Que dissintonia é esta entre todos?
Que pesadelo é este do naufrágio das conquistas cidadãs?
Não há limite para a falta de pudor, de vergonha, de consciência?
O ar cada vez mais rarefeito contaminado com o mau cheiro das negociatas, das reiteradas mamatas, da sujeira levantada pelos tapetes nobres da República.
País em acrobacia aérea de alto risco, sem biruta, voo compulsório de passageiros de bordo nauseados pelas manobras procrastinadoras.
A cada manhã, o dissabor melancólico da entrega do dia, ciranda interminável de delações e subornos, aberrações sinalizadoras do fundo do poço ainda em escavação. 
Sanguessugas incapazes de se apiedarem da miséria cravada no seio da nação.
O andar de baixo com excesso de lotação, gente espoliada e esgotada de tanto trabalhar e correr atrás dos míseros trocados para saldar a dívida impagável, rolada nos bancos, nas bancas dos agiotas, nos empréstimos consignados, enroscada em promissórias de quitação ilusória.
Liquidação dos valores básicos por aqueles que deveriam zelar por e para.
Trocentas horas de relatos, denúncias, provas cabais, documentais e sonoras, tudo posto fora pela ladinagem de agora.
Corda esticada no pescoço da população achacada pela mineração incessante das serras peladas.
Até quando?
Estamos no inferno provisório para a futura redenção no paraíso?
Ou estamos fadados a recantar o nosso fardo tropical, de tão longa duração, entoando agora os versos atualizados da vaticinadora composição:
Ai, esta terra ainda vai cumprir seu ideal:
Ainda vai tornar-se um imenso laranjal!

*Eleonora Santa Rosa - jornalista

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas