Brasil Cidades

06/07/2017 | domtotal.com

Horóscopo favorável

Afinal não há mal que sempre dure. Não é isso o que diz o dito popular?

Não acreditasse eu em dias melhores não estaria aqui a batucar essas linhas suspenso no ar frio da manhã.
Não acreditasse eu em dias melhores não estaria aqui a batucar essas linhas suspenso no ar frio da manhã. (Reprodução)

Por Ricardo Soares*

Às vezes vem sim o impacto favorável do horóscopo que aponta que as coisas vão melhorar para os nativos de Gêmeos com ascendente em Áries e lua em Câncer. Ou para você , prezado leitor,  que tem outro signo, outro ascendente e outra lua e que acredita que dias melhores virão apesar da bazófia diária de quem nos desgoverna , da meliância astuta dos legislativos do país e de um judiciário nada justo.

Não acreditasse eu em dias melhores não estaria aqui a batucar essas linhas suspenso no ar frio da manhã e crendo que mesmo assim, com tudo ruim, tudo poderá ser melhor. Parece, até prova em contrário, que estou no perfeito gozo do meu juízo e que a minha volta existem outros resistentes como eu que não se resignam embora se entristeçam. Ontem mesmo uma querida amiga perguntou : “O que foi que fizeram com a nossa geração?”. Sim, é fato o que fizeram? Mas o que nós deixamos também que fosse feito de nossa geração? Com a omissão, com o silêncio, com, por exemplo, o adesismo barato a moldes e novas formas daninhas que afundaram de vez a noção de “conteúdo”, uma palavra mal usada que vem a definir justamente a falta de conteúdo em que estamos imersos.

Por ironia do destino até há menos de três anos eu ocupava em uma empresa pública uma diretoria que pretensamente deveria ser de conteúdo mas que tinha que se preocupar com tudo menos conteúdo visto que o sujeito que ocupava a presidência da empresa estava mais preocupado com relatórios, balancetes, caixas d’água e zeladorias do que com gestão de conteúdo numa empresa de conteúdo. Águas passadas que não movem moinhos mas dão conta do quanto a palavra conteúdo foi mal macerada na boca e gestão de burocratas.

Com tudo isso, a desagregação da comunicação pública, o fim do jornalismo isento- se é que algum dia existiu – as utopias embrulhadas em presentes neoliberais, a truculência de uma polícia e de desgovernos corruptos eu acredito sim no impacto favorável do horóscopo que há de nos presentear com a roda do destino girando para plagas mais saudáveis.  Afinal não há mal que sempre dure. Não é isso o que diz o dito popular?

*Ricardo Soares é escritor, diretor de tv, roteirista e jornalista. Publicou 8 livros e dirigiu 12 documentários. Titular do blog “Todo Prosa” em www.todoprosa.blogspot.com

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas