ESDHC

14/09/2017 | domtotal.com

Congresso do Conhecimento: oficina ajuda estudante que pretende fazer intercâmbio 

Organizada pelo Centro de Simulação (CSI) da Dom Helder, a oficina atraiu dezenas de estudantes.

Oficina sobre intercâmbio movimentou a tarde do segundo dia do Congresso do Conhecimento
Oficina sobre intercâmbio movimentou a tarde do segundo dia do Congresso do Conhecimento Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Integrantes do CSI da Dom Helder: Milena Costa; Nathan Gomes; Kimberly Salles; Guilherme Ribeiro e Letícia Rodrigues
Integrantes do CSI da Dom Helder: Milena Costa; Nathan Gomes; Kimberly Salles; Guilherme Ribeiro e Letícia Rodrigues Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Alunos Nathan Gomes Pereira e Guilherme Ribeiro falam sobre intercâmbio no Congresso do Conhecimento
Alunos Nathan Gomes Pereira e Guilherme Ribeiro falam sobre intercâmbio no Congresso do Conhecimento Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Representantes da Campus France, Central dos Estudantes e  AIESEC destalharam procedimentos sobre diferentes intercâmbios
Representantes da Campus France, Central dos Estudantes e AIESEC destalharam procedimentos sobre diferentes intercâmbios Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Representante da Campus France, Renan de Oliveira, falou sobre o intercâmbio na França
Representante da Campus France, Renan de Oliveira, falou sobre o intercâmbio na França Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Representantes da Campus France, Central dos Estudantes e  AIESEC destalharam procedimentos sobre diferentes intercâmbios
Representantes da Campus France, Central dos Estudantes e AIESEC destalharam procedimentos sobre diferentes intercâmbios Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes
Organizada pelo Centro de Simulação, oficina atraiu dezenas de estudantes Foto (Rômulo Ávila/Dom Total)

Rômulo Ávila
Repórter Dom Total 

Aprender ou aprimorar idiomas, entender novas culturas e conhecer metodologias diferentes de ensino foram alguns dos assuntos apresentados na tarde desta quinta-feira a estudantes que participaram da oficina de intercâmbio, atividade que abriu os trabalhos da tarde do segundo dia do Congresso do Conhecimento, evento inédito realizado pela Dom Helder e Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE), em Belo Horizonte. 

Organizada pelo Centro de Simulação (CSI) da Dom Helder, a oficina atraiu dezenas de estudantes. Atentos e interessados, eles tiraram dúvidas sobre como, onde, quando e quanto custa fazer um intercâmbio. Representantes das empresas Campus France, Central do Estudante e AIESEC explicaram o caminho para quem busca experiência internacional. Após as palestras, os interessados tiveram atendimento personalizado. 

Aluna do sexto período de Direito do turno da noite, Larissa Silva avaliou a oficina como ‘muito interessante’. "Sempre tive vontade de fazer intercâmbio. E com a abertura do CSI, achei fantástico e quero fazer sim”, disse. “Me interessei sobre a Inglaterra e a França”, apontou a estudante, que elogiou o Congresso do Conhecimento. “Está sendo muito motivador e interessante. É uma atividade diferente que envolve todo mundo da faculdade e outras pessoas também”, concluiu. 

Experiência única 

A aluna do terceiro período do turno da noite e integrante do CSI, Milena Cristina Costa Santos fez intercâmbio na França quando ainda estava concluindo o ensino médio. “Fiquei na região de Paris e foi uma das melhores experiências da minha vida. Eu já fui com um nível avançado de francês, mas chegando lá é outra velocidade, outras expressões. A gente avança e aperfeiçoa muito o nosso nível”, ressalta.

Além do idioma, Milena conta ter se tornado mais independente. “Fiquei na casa de uma família, mas eu que tinha de gerir todas as minhas coisas, como cuidar das finanças, lavar roupa e fazer compra”, cita a jovem, que planeja novo intercâmbio na França. 

Na sequência da programação da tarde, os congressistas participaram do grupo de trabalho: Educação e Tecnologia, quando foram apresentados casos de sucesso da temática. 

Sobre o CSI

O CSI foi criado em fevereiro deste ano pelo professor Franclim Brito, coordenador do Direito Integral e Reitor da EMGE, e pelos alunos Nathan Gomes Pereira e Guilherme Ribeiro. As alunas Milena Costa, Kimberly Sales e Letícia Rodrigues também participam do CSI. O objetivo é gerenciar as atividades de simulação interna já desenvolvidas pela Escola, como o Tribunal Internacional Estudantil (TRI-e), e promover novas competições, entre elas o Torneio Jurídico de Debates. 


Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas