;
Esporte Futebol Mineiro

23/09/2017 | domtotal.com

Primeiro título do Atlético da Copa Conmebol completa 25 anos

O adversário da final foi o Olimpia, do Paraguai, numa época em que somente os melhores times do país disputavam o torneio continental.

Negrini marcou os dois gols do primeiro jogo da final, no Mineirão; um deles de peixinho.
Negrini marcou os dois gols do primeiro jogo da final, no Mineirão; um deles de peixinho. (Arquivo/CAM)
Por Juliano Paiva
 
O 23 de setembro é um dia especial para o atleticano. Há exatos 25 anos, o Atlético levantava a taça do seu primeiro título da Copa Conmebol, hoje chamada de Copa Sul-Americana.
 
Conhecido internacionalmente desde o início do século 20, o Galo, que hoje viabiliza a Arena MRV, teve a iluminação noturna do Estádio da Colina inaugurada pelo então presidente da Fifa, Jules Rimet. O campo, também conhecido como Estádio Presidente Antônio Carlos, foi o primeiro do Atlético, onde hoje é o shopping Diamond Mall.
 
Além disso, títulos em competições internacionais amistosas, 22 ao todo, entre eles o Troféu Ramon de Carranza, e os torneios de Paris, Amsterdã, Leon, Bilbau, e o mítico “Campeão do Gelo”, fizeram o Clube Atlético Mineiro correr o mundo.
 
Mas foi em 1992, que que o grito de “Galooo” ecoou pela América com o primeiro título internacional oficial: a Copa Conmebol.
 
Antes da taça
 
Para ter direito a disputar a Copa Conmebol de 1992, o Atlético ficou em terceiro lugar do Campeonato Brasileiro de 1991. O vice-campeão Bragantino e o quarto colocado Fluminense também foram ao torneio continental, além do Grêmio vice-campeão da Copa do Brasil.
 
Na época, somente os campeões do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil disputavam a Taça Libertadores. Tudo muito diferente de hoje quando seis clubes se classificam via Brasileirão para a Libertadores e outros seis para a Copa Sul-Americana.
 
Os adversários
 
O Atlético passou por Fluminense (derrota por 2 a 1 e vitória por 5 a 1), Junior Barranquilla (2 a 2 e vitória por 3 a 0), El Nacional (derrota por 1 a 0 e vitória 2 a 0) e Olimpia (vitória por 2 a 0 e derrota por 1 a 0).
 
Na final, depois de ganhar dos paraguaios diante de mais de 60 mil pessoas no Mineirão, o Galo teve que superar uma verdadeira batalha campal e até pedradas para levantar a inédita taça em território inimigo, no acanhado Estádio Manuel Ferreira.
 
Os campeões
 
João Leite, Alfinete, Luís Eduardo, Ryuler e Paulo Roberto; Éder Lopes, Moacir e Negrini; Sérgio Araújo, Aílton e Claudinho, além do técnico Procópio, tornaram possível a primeira conquista da América pelo Galo.
 
O matador
 
O artilheiro do Atlético foi o atacante Aílton, com seis gols. Sérgio Araújo, Moacir e Negrini fizeram dois gols cada. Alfinete e Vonei marcaram um. Quiñones, do El Nacional-EQU, ainda fez um gol contra para o Galo. O ataque marcou 15 gols e a defesa levou sete na Copa Conmebol 1992.
 
Negrini
 
Negrini fez os dois gols do Atlético na final contra o Olimpia, no Mineirão, levando ao delírio mais de 60 mil pessoas. Dois anos depois, o meia se casou com uma mineira de Belo Horizonte e ainda vive na capital mineira.
 
Olimpia
 
O Olimpia, campeão da Libertadores dois anos antes, que tinha como técnico o ex-zagueiro do Cruzeiro, Roberto Perfumo, e o goleiro da Argentina da Copa de 1990, na Itália, Goycochea, queria a taça a todo custo.
 
Nos treinos do Atlético em Assunção havia torcedores do time paraguaio que atiravam pedras nos atletas brasileiros. Além disso, a finalíssima, que seria no Defensores Del Chaco, foi transferida para o Estádio Manuel Ferreira, com capacidade para apenas 15 mil pessoas.
 
Bicampeão
 
Cinco mais tarde, em 1997, o Atlético conquistou o bicampeonato da Copa Conmebol sob o comando do xodó da torcida, o atacante Marques. O adversário da final foi o Lanús, da Argentina.
 
21 anos depois
 
E, 21 anos depois, em 2013, Atlético e Olimpia se reencontraram numa final continental, desta vez, na Taça Libertadores da América. Mais uma vez o Galo prevaleceu com uma vitória épica no Mineirão, em 24 de julho, dia de nascimento de um dos libertadores da América, Simon Bolivar.


DomTotal.com

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!


Instituições Conveniadas