ESDHC

04/10/2017 | domtotal.com

EMGE: Deborah Matos vence concurso de logomarca para o Trabalho Interdisciplinar

Estudante representou a Engenharia Civil e a inovação proposta pela Escola.

Deborah Matos, aluna da EMGE.
Deborah Matos, aluna da EMGE.

A estudante Deborah Matos, do 2º período C, foi a vencedora do concurso promovido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) para escolher uma logomarca para o Trabalho Interdisciplinar. De acordo com Deborah, a proposta inicial foi representar as disciplinas que possuem maior peso no trabalho: Geometria Descritiva e Desenho Técnico, ministrada pelo professor Luiz Angrisano, Português, lecionada pela professora Maria Aparecida Mendes Cota, e Química, a cargo da professora Aline Oliveira, coordenadora do curso de Engenharia Civil. 

“A inspiração foi a planta de um projeto, de tal maneira que em primeiro momento fosse possível notar uma planta baixa, e ao observá-la melhor visualizar os contornos da tabela periódica dentro do desenho, que poderiam, também, serem prédios de outra perspectiva. Tudo sobre uma imagem de luzes, para fazer alusão a uma cidade, ao urbano, ao estudo das viabilidades do projeto, que é a proposta do Trabalho Interdisciplinar”, explicou Deborah. 

A ideia conquistou a banca avaliadora, que escolheu a logomarca como vencedora entre as 12 propostas recebidas. “Fiquei surpresa e feliz com o resultado! Porque não sabia a respeito dos outros desenhos, nem tinha ideia de como seria a interpretação do meu desenho, foi bem legal”, contou a aluna. 

Em seguida, Deborah trabalhou juntamente com os professores Luiz e Aline para refinar o desenho, de forma a representar não apenas o trabalho, mas a EMGE de forma geral. “Busquei então algo que interligasse as disciplinas com o projeto e à Escola, como um todo. Conservando a ideia original da planta baixa e a visualização dos prédios e das luzes de fundo na imagem”, contou. 

Para a professora Aline Oliveira, a logomarca apresentada pela aluna se destacou ao comunicar, com criatividade e autenticidade, a ideia da interdisciplinaridade. "A logomarca proposta pela Deborah ainda representa a Engenharia Civil e a inovação proposta pela EMGE", afirmou Aline. 

Proposta 

O Trabalho Interdisciplinar é voltado aos alunos do primeiro período do curso de Engenharia Civil da EMGE. Cada grupo deve elaborar um projeto arquitetônico de uma construção residencial unifamiliar com um pavimento, apresentando os diferentes desenhos do projeto: planta baixa, planta de cobertura, planta de situação, fachada frontal e fachada lateral esquerda ou direita, e cortes longitudinal e transversal. 

Os alunos também devem produzir uma maquete coerente com o projeto arquitetônico escolhido, acompanhada de pôster e folder. O objetivo é  desenvolver a habilidade argumentativa para vender projetos arquitetônicos usando técnica de argumentação retórica (que toca a emoção do cliente) e demonstrativa (que atinge a razão e a lógica), além dos conhecimentos adquiridos nas disciplinas técnicas. 

“O Trabalho Interdisciplinar é interessante por permitir colocar em prática a teoria e assim assimilar melhor todo o conteúdo do semestre, principalmente ao montar a maquete (tipo de material, medidas). Também diria que é um desafio pelo tempo curto para preparar tudo”, avalia Deborah. 

Veja abaixo a logomarca para o Trabalho Interdisciplinar criada pela aluna:


Redação Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!


Instituições Conveniadas