ESDHC

26/10/2017 | domtotal.com

FAJE e Dom Helder abrem seminário sobre Lévinas

Evento sobre filósofo lituano ocorre na Dom Helder e FAJE até o próximo sábado.

François-David Sebbah foi o palestrante de destaque da noite.
François-David Sebbah foi o palestrante de destaque da noite. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Da esq. para dir. Thomas Neuman, Hanoch Ben Pazi, Cácia Stumpf, Sebastian Bizaw, Vicente Carrara, André Brayner, Luciano Santo, François-David Sebbah e Gregory Rial.
Da esq. para dir. Thomas Neuman, Hanoch Ben Pazi, Cácia Stumpf, Sebastian Bizaw, Vicente Carrara, André Brayner, Luciano Santo, François-David Sebbah e Gregory Rial. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
O professor Leonardo Medeiros conversa com o palestrante da noite François-David Sebbah.
O professor Leonardo Medeiros conversa com o palestrante da noite François-David Sebbah. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Seminário Internacional sobre Lévinas. Professora Tércia, pró-reitora administrativa da Dom Helder Cácia Stumpf, pró-reitora de ensino Anacélia Rocha e o coordenador do seminário, Nilo Ribeiro Junior.
Seminário Internacional sobre Lévinas. Professora Tércia, pró-reitora administrativa da Dom Helder Cácia Stumpf, pró-reitora de ensino Anacélia Rocha e o coordenador do seminário, Nilo Ribeiro Junior. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Reitor da Dom Helder Paulo Stumpf SJ ao lado do palestrante François-David Sebbah e  professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki.
Reitor da Dom Helder Paulo Stumpf SJ ao lado do palestrante François-David Sebbah e professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Cantinho especial para anotações no evento sobre Lévinas.
Cantinho especial para anotações no evento sobre Lévinas. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Reitor da EMGE Franclim Brito ao lado da pró-reitora administrativa, Cácia Rita Stumpf.
Reitor da EMGE Franclim Brito ao lado da pró-reitora administrativa, Cácia Rita Stumpf. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Abertura do evento internacional sobre Lévinas. Compuseram a mesa o reitor da Dom Helder Paulo Stumpf SJ, o coordenador do evento Nilo Junior, o professor da FAJE Luiz Carlos Sureki e e o representante da União Israelita, Leon Menache.
Abertura do evento internacional sobre Lévinas. Compuseram a mesa o reitor da Dom Helder Paulo Stumpf SJ, o coordenador do evento Nilo Junior, o professor da FAJE Luiz Carlos Sureki e e o representante da União Israelita, Leon Menache. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Detalhes do seminário sobre Lévinas.
Detalhes do seminário sobre Lévinas. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Reitor da Dom Helder Paulo Stumpf SJ. abre oficialmente o seminário internacional na noite desta sexta.
Reitor da Dom Helder Paulo Stumpf SJ. abre oficialmente o seminário internacional na noite desta sexta. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Reitor da EMGE, Franclim Brito, trabalhou muito para que o evento acontecesse.
Reitor da EMGE, Franclim Brito, trabalhou muito para que o evento acontecesse. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Conferencistas, professores da Dom Helder e corpo técnico-administrativo durante seminário.
Conferencistas, professores da Dom Helder e corpo técnico-administrativo durante seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Seminário Internacional sobre Lévinas acontece na Dom Helder Escola de Direito.
Seminário Internacional sobre Lévinas acontece na Dom Helder Escola de Direito. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Professores da FAJE, palestrante e conferencistas durante evento
Professores da FAJE, palestrante e conferencistas durante evento Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
O pró-reitor Sebastian Bizaw, o professor José Adércio Leite Sampaio e o conferencista Hanoch Ben Pazi
O pró-reitor Sebastian Bizaw, o professor José Adércio Leite Sampaio e o conferencista Hanoch Ben Pazi Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Seminário sobre Emmanuel Lévinas é uma realização da FAJE e Dom Helder.
Seminário sobre Emmanuel Lévinas é uma realização da FAJE e Dom Helder. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário.
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Seminário sobre Emmanuel Lévinas é uma realização da FAJE e Dom Helder.
Seminário sobre Emmanuel Lévinas é uma realização da FAJE e Dom Helder. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário.
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Seminário sobre Emmanuel Lévinas é uma realização da FAJE e Dom Helder.
Seminário sobre Emmanuel Lévinas é uma realização da FAJE e Dom Helder. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário.
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
O representante da União Israelita, Leon Menache.
O representante da União Israelita, Leon Menache. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Conferencistas, professores da Dom Helder e corpo técnico-administrativo durante seminário.
Conferencistas, professores da Dom Helder e corpo técnico-administrativo durante seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
O representante da União Israelita, Leon Menache.
O representante da União Israelita, Leon Menache. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Nilo Ribeiro Junior agradece o apoio da Dom Helder na realização do seminário.
Nilo Ribeiro Junior agradece o apoio da Dom Helder na realização do seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário.
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Nilo Ribeiro Junior agradece o apoio da Dom Helder na realização do seminário.
Nilo Ribeiro Junior agradece o apoio da Dom Helder na realização do seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Sob regência de Daniel Rezende, Coral Magis Loyola abrilhantou o evento.
Sob regência de Daniel Rezende, Coral Magis Loyola abrilhantou o evento. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Encarte do Coral Magis Loyola
Encarte do Coral Magis Loyola Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Coral Magis Loyola durante abertura do seminário internacional sobre Lévinas.
Coral Magis Loyola durante abertura do seminário internacional sobre Lévinas. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Sob regência de Daniel Rezende, Coral Magis Loyola abrilhantou o evento.
Sob regência de Daniel Rezende, Coral Magis Loyola abrilhantou o evento. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Professor Leonardo Medeiros ao lado do palestante François-David Sebbah.
Professor Leonardo Medeiros ao lado do palestante François-David Sebbah. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário.
Professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki conversa com participantes do seminário. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
François-David Sebbah falou sobre alguns aspectos da filosofia de Lévinas.
François-David Sebbah falou sobre alguns aspectos da filosofia de Lévinas. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)
François-David Sebbah falou sobre alguns aspectos da filosofia de Lévinas.
François-David Sebbah falou sobre alguns aspectos da filosofia de Lévinas. Foto (Patrícia Almada / DomTotal)

Com o tema ‘Da ética do Cativo (prisioneiro) à ética do Sobrevivente’,  o professor da Université Paris-Ouest Nanterre, François-David Sebbah, abriu na noite desta quinta-feira (26), na Dom Helder Escola de Direito, em Belo Horizonte, o III Seminário Internacional Emmanuel Lévinas – Amor e Justiça. O evento, promovido pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) em parceria com a Dom Helder, é considerado um marco nos estudos levinasianos do Brasil, em razão da refundação do Centro Brasileiro de estudos Levinasianos (CEBEL).

Clique na imagem acima e veja o álbum de fotos

Durante a abertura, o Reitor da Dom Helder Câmara, Paulo Umberto Stumpf SJ., destacou a importância do filósofo lituano e fez uma relação com o momento atual vivido no país e no mundo.

“O maniqueísmo político, moral e religioso que simploriamente divide a sociedade entre bons e maus, entre eleitos e infiéis, esquerda e direita dificulta reconhecermos elementos fundamentais que nos identificam com sociedade, nação, integrantes de uma mesma e universal família humana”, disse. 

Neste contexto, prosseguiu Stumpf, promover o conhecimento do pensamento de Lévinas possibilita “buscarmos uma compreensão da alteridade, da diversidade que se apresenta a nós pelo rosto do outro, não como algo apenas a ser tolerado, suportado, mas, sobretudo, valorizado, enaltecido como fator humano e humanizante". 

Referindo-se aos palestrantes, temas e participantes do seminário, o Reitor afirmou que não é fácil não gostar de pessoas que gostam do pensamento levinasiano, justamente, pelo jeito com que esse pensar ajuda a construir relações humanas de respeito e valorização da fundamental dignidade humana.

Assista ao pronunciamento do Reitor:


Também participaram da abertura solene o professor do mestrado e doutorado da FAJE, Luiz Carlos Sureki, o coordenador do seminário, Nilo Ribeiro Junior, e o representante da União Israelita, Leon Menache. 

Durante sua fala, Nilo Ribeiro destacou a importância da parceria entre FAJE e a Dom Helder, com agradecimento especial ao Reitor da EMGE, Franclim Sobral, que não mediu esforços para que o evento acontecesse.

Assista ao pronunciamento de Luiz Carlos Sureki (FAJE):

Assista ao pronunciamento do coordenador do seminário, Nilo Ribeiro:


Sobrevivente

Em entrevista ao portal Dom Total, o palestrante da noite, David Sebbah, explicou que a ética do sobrevivente, conforme Lévinas, pode nos trazer bastante recursos para encarar os problemas.

“Lévinas viveu em campos de concentração e viu pessoas morrerem diante dele, mas ele sobreviveu. Para Lévinas, a pessoa que vê o outro morrer carrega uma culpa muito grande: por que eu fiquei e os outros foram embora? Então, a ética do sobrevivente sabe que não pode evitar a morte do outro já que um dia esse outro vai morrer", explica.

No entanto, ele ressalta que a ética do sobrevivente se preocupa no dia com o desinteresse do seu egoísmo do dia a dia, percebendo que pode se fazer nas pequenas coisas pelo outro. Não pode salvar o outro, mas pode se desinteressar do seu egoísmo e se dirigir ao outro enquanto outro.

Coral Magis Loyola se apresentou na abertura; Assista:


III Seminário

O objetivo do evento é fortalecer as atividades de pesquisas dos membros do Centro Brasileiro de estudos sobre Emmanuel Lévinas (CEBEL) e do GT Lévinas (ANPOF), além das atividades de vários Grupos de Pesquisa (CNPq), discentes e docentes espalhados pelo Brasil.

O seminário busca também divulgar o pensamento de Emmanuel Lévinas para a comunidade científica de outros países, promovendo um espaço de debate em torno da filosofia levinasiana, a partir das múltiplas leituras possíveis da obra do autor.

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas