;
Brasil Cidades

13/01/2018 | domtotal.com

Carnaval de rua tem 'esquenta' na capital paulista

Neste fim de semana, a cidade recebe mais de uma dezena de eventos - do lançamento de blocos de rua até festas para arrecadação de fundos para os desfiles.

Alessandra Negrini, a rainha da bateria do bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, agita o carnaval paulista há anos.
Alessandra Negrini, a rainha da bateria do bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, agita o carnaval paulista há anos. Foto (Acadêmicos do Baixo Augusta/Facebook)
Alessandra Negrini, a rainha da bateria do bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, agita o carnaval paulista há anos.
Alessandra Negrini, a rainha da bateria do bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, agita o carnaval paulista há anos. Foto (Acadêmicos do Baixo Augusta/Facebook)

A um mês do carnaval, os foliões começam a tomar as ruas de São Paulo. Só neste fim de semana, a cidade recebe mais de uma dezena de eventos - do lançamento de blocos de rua até festas para arrecadação de fundos para os desfiles, feitas em locais fechados. Nas próximas semanas, também serão realizados ensaios ligados a artistas populares, como o Bloco da Preta, com a cantora Preta Gil, e o Bloco das Poderosas, com a cantora Anitta.

Diferentemente do carnaval de rua, grande parte desses eventos não é gratuita. Entre as festas fechadas há aquelas que estão com as entradas esgotadas, como a de lançamento do tema de 2018 do bloco Tarado Ni Você, Profane, que ocorrerá no Teatro Oficina no Bexiga, região central.

"A festa será para em torno de 300, 400 pessoas. Vendemos 126 ingressos em três horas", diz a agente artística Raphaela Barcalla, fundadora do bloco, lançado em 2013, que atraiu mais de 70 mil pessoas no ano passado.

O Acadêmicos do Baixo Augusta, uma das grandes atrações da folia em São Paulo que tem a atriz Alessandra Negrini como a rainha do bloco, lançou na quinta-feira (11) um festival de pré-carnaval, reunindo blocos parceiros e artistas convidados.

"Decidimos fazer um festival para mostrar a diversidade e a força que o carnaval de rua tem, com shows, festas, rodas de samba e oficinas, e vamos receber outros blocos", explica Alê Youssef, diretor da Associação Cultural Acadêmicos do Baixo Augusta. Em 2018, o bloco desfilará com o tema É Proibido Proibir.

No domingo, 14, o Confraria do Pasmado reúne foliões para alinhar os últimos detalhes antes do desfile, que ocorre no dia 4 de fevereiro, em Pinheiros. "É um ensaio aberto da bateria. Vamos passar grande parte do nosso repertório para o carnaval", diz o cineasta Eduardo Piagge, diretor musical do bloco, que aproveita para deixar um recado para quem for à festa: "Venham fantasiados."

Definições

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, 509 blocos estão inscritos para participar do carnaval de rua. O número pode mudar na próxima semana, quando está prevista a divulgação da programação oficial do evento, que vai de 3 a 18 de fevereiro, sempre das 10 às 22 horas.

A estimativa é de que 4 milhões de pessoas participem, entre elas foliões de fora do Estado e até de outros países.


Agência Estado/DomTotal.com

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!


Instituições Conveniadas