;
Mundo

22/01/2018 | domtotal.com

Mahmud Abbas pedirá que UE reconheça Estado da Palestina

Chanceler ressaltou que o presidente palestino 'se mantém comprometido' com o processo de paz.

O presidente palestino, Mahmud Abbas, discursa durante reunião em Ramallah, Cisjordânia, 4 de janeiro de 2018
O presidente palestino, Mahmud Abbas, discursa durante reunião em Ramallah, Cisjordânia, 4 de janeiro de 2018 (AFP/Arquivos)

O presidente palestino, Mahmud Abbas, vai pedir que a União Europeia reconheça o Estado da Palestina, durante sua visita na segunda-feira a Bruxelas, afirmou neste domingo (21) à AFP o ministro palestino de Relações Exeriores, Riyad al-Malki.

Mahmud Abbas "espera que os ministros europeus de Relações Exteriores reconheçam coletivamente o Estado da Palestina", em resposta à decisão do presidente americano, Donald Trump, que em dezembro passado reconheceu Jerusalém como capital de Israel, declarou al-Malki.

O chanceler ressaltou que o presidente palestino "se mantém comprometido" com o processo de paz no Oriente Médio.

O estatuto de Jerusalém é um dos obstáculos do processo de paz, paralisado desde 2014.

Em 1967, Israel ocupou e depois anexou a parte oriental da cidade, algo considerado ilegal pela ONU. Os palestinos, por sua vez, pretendem fazer de Jerusalém Oriental a capital do Estado ao qual aspiram.

Rompendo unilateralmente com décadas de diplomacia americana e com o consenso internacional, Trump realizou - na opinião dos israelenses - um ato "histórico" reconhecendo o vínculo milenar entre os judeus e a cidade de Jerusalém.

Para os palestinos, pelo contrário, manifestou abertamente sua posição pró-israelense e deslegitimou os Estados Unidos no papel de mediador de um processo de paz.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas