;
Brasil Política

12/03/2018 | domtotal.com

Governo gastou quase R$ 800 milhões com publicidade em 2017

Enquanto a imagem se desgastava, o governo federal gastou R$ 795,8 milhões com publicidade.

A maior parcela dos gastos foi destinada utilidade pública
A maior parcela dos gastos foi destinada utilidade pública (Marcos Corrêa/PR)

Em 2017, o governo de Michel Temer enfrentou duas denúncias do Ministério Público e a quis tirar do papel reforma polêmicas com a ajuda do Congresso Nacional. Tudo isso com um aprovação de apenas 6% da população. Enquanto a imagem se desgastava, o governo federal gastou R$ 795,8 milhões com publicidade.

A maior parcela dos gastos foi destinada utilidade pública, que tem objetivo de informar e orientar a população para adotar comportamentos que tragam benefícios reais na melhoria da qualidade de vida. Ao todo, R$ 379,4 milhões dos cofres públicos foram aplicados nesse tipo de campanha.

Já publicidade institucional, que tem como meta a divulgação de informações sobre atos, obras e programas governamentais. Essa categoria da despesa somou R$ 306,8 milhões da verba utilizada pelo governo federal.

Outros R$ 66,3 milhões foram destinados à publicidade legal. Essa categoria da publicidade utilizada pelo governo federal é responsável pela publicação de avisos, balanços, relatórios e outros comunicados de órgãos e entidades da administração pública federal obrigados a divulgar por força de lei ou regulamento. A EBC Serviços distribui aos veículos de comunicação a publicidade legal dos órgãos federais.

Na conta de gastos do governo federal com publicidade ainda é possível encontrar os serviços “mercadológicos”, para os quais foram aplicados R$ 10 milhões. Esse tipo atividade se destina a lançar, modificar, reposicionar ou promover produtos e serviços de entidades e sociedades controladas pela União que atuam numa relação de concorrência no mercado. Em resumo, essa modalidade de propaganda serve para promover produtos e serviços.

Por órgão

O Ministério da Saúde ocupou o topo de gastos entre os órgãos do governo federal. Foram gastos R$ 229,1 milhões em campanhas da Pasta. A campanha de vacinação da febre amarela, por exemplo, é uma das iniciativas realizadas pela Saúde. Além disso, estão na lista outras campanha de utilidade pública como...

Em segundo lugar está a Presidência da República com gastos de R$ 206,4 milhões no ano passado. Entre as campanhas mais caras está a da Reforma da Previdência, que o governo vem tentando emplacar com prioridade no Congresso Nacional. A informação do UOL Notícias, é que mais de R$ 100 milhões já foram aplicados na publicidade da reforma.

No final de 2017, em meio à dificuldade do governo de conseguir apoio do Legislativo para modificar as regras de aposentadoria, deputados e senadores aprovaram um projeto de lei que autoriza o repasse de R$ 99 milhões para publicidade com a reforma da Previdência. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para questionar a previsão de orçamento.


Contas Abertas

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas