;
ESDHC

06/04/2018 | domtotal.com

Professor da Dom Helder analisa decisão de Moro

Reiss participou, ao vivo, da edição do Jornal da Rádio Itatiaia desta sexta-feira.

'Se considerou, da parte do juiz Moro, que mesmo se houver embargos dos embargos é recurso sem eficácia'
'Se considerou, da parte do juiz Moro, que mesmo se houver embargos dos embargos é recurso sem eficácia' (Rômulo Ávila/Dom Total)

O professor de Direito Penal e Processo Penal da Dom Helder Escola de Direito, Michel Wencland Reiss, participou, ao vivo, da edição do Jornal da Rádio Itatiaia desta sexta-feira (6). O professor analisou a decisão do juiz Sérgio Moro que determinou a prisão do ex-presidente Lula.

“O que a gente vivência na prática é que em 99% das vezes, quando os embargos dos embargos são utilizados, acaba sendo indeferido, acaba não gerando efeitos. Por isso se considerou, da parte do juiz Moro, que mesmo se houver embargos dos embargos é recurso sem eficácia. Ele (Moro) chamou esse recurso de protelatório, ou seja, só serve para adiar a eficácia de uma decisão”, disse o professor aos jornalistas Eustáquio Ramos e Kátia Pereira.  

OUÇA AQUI A ENTREVISTA COMPLETA!

Reiss é mestre em Ciências Penais pela UFMG. Doutor em Direito pela PUC-Rio/ESDHC. Ex-presidente da Comissão de Exame de Ordem da OAB/MG. Ex-conselheiro Titular do Conselho Penitenciário de Minas Gerais. Membro fundador e Conselheiro Instituto de Ciências Penais – ICP. Membro do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCrim. Professor da Escola Superior Dom Helder Câmara. Advogado.

Michel também é colunista do Dom Total. Confira o último artigo dele:


Redação Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas