;
ESDHC

12/04/2018 | domtotal.com

EMGE será parceira da Hyperloop em centro de pesquisa e inovação

A proposta é desenvolver um sistema de transporte por tubos de altíssima velocidade.

Professora Aline Oliveira e alunos da EMGE participam do lançamento em Contagem.
Professora Aline Oliveira e alunos da EMGE participam do lançamento em Contagem.
Professores Aline Oliveira e José Antônio Sousa, da EMGE.
Professores Aline Oliveira e José Antônio Sousa, da EMGE.
Professor José Antônio Sousa e alunos da EMGE participam do lançamento em Contagem.
Professor José Antônio Sousa e alunos da EMGE participam do lançamento em Contagem.
O plano é que o centro comece a atuar até o fim do ano.
O plano é que o centro comece a atuar até o fim do ano.

A Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) será parceira da empresa Hyperloop Transportation Technologies (Hyperloop TT) no Centro de Pesquisa lançado na última sexta-feira (6), em Contagem. A proposta é desenvolver projetos inovadores na área de logística, incluindo um sistema de transporte por tubos de altíssima velocidade, capaz de atingir 1,2 mil quilômetros por hora.

Para concretizar a iniciativa, serão investidos R$ 26 milhões – metade desse valor sairá dos cofres do Governo de Minas Gerais. Já a prefeitura de Contagem cedeu um terreno de 22 mil km² de uma fábrica desativada. De acordo com Bibop Gresta, CEO da iniciativa, o plano é que o centro comece a atuar até o fim do ano.

Nos próximos meses, a Hyperloop TT trabalhará para estreitar laços com universidades da região, a fim de empregar alunos e recém-formados. No caso da EMGE, um memorando de entendimentos já foi assinado pelo reitor da Escola, professor Franclim Britto, e oficializa o acordo articulado pelo professor José Antônio Sousa Neto, pró-reitor de pesquisa da instituição. Trata-se da primeira parceria oficial firmada pela Hyperloop TT com uma instituição de ensino para este projeto. O documento prevê a troca de conhecimentos e a participação futura de alunos e professores da EMGE na pesquisa de tecnologias.

“Um dos pilares da Hyperloop TT é a engenharia sustentável, que é justamente o eixo direcionador da EMGE. Há uma convergência filosófica, de propósito e metas. Utilizaremos a engenharia sustentável para o desenvolvimento de projetos de mobilidade urbana”, afirmou o professor José Antônio, que participou do lançamento acompanhado pela professora Aline Oliveira, coordenadora do curso de Engenharia Civil, e por alunos da instituição.

Lançamento

Um dos destaques do evento foi a presença de Yvonne Cagle, astronauta da NASA e embaixadora da HyperLoop Academy. Também participaram Bibop Gresta, CEO da iniciativa, Miguel Corrêa Júnior, secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Evaldo Ferreira Vilela, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), e Olavo Machado Júnior, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG).

Tecnologia

O conceito do hyperloop foi apresentado pelo fundador da Tesla e da Space X, Elon Musk, em 2013. O objetivo é levar passageiros e carga em cápsulas que flutuam por levitação magnética dentro de tubos à vácuo. Trata-se de um dos maiores cases de crowdsourcing do mundo, contando com 900 colaboradores de 7 continentes.

A primeira cápsula está sendo construída na Espanha e o protótipo do transporte deverá ficar pronto até o final do ano em Toulouse, na França. No Brasil, o Centro Pesquisa focará inicialmente no transporte de carga e frete.


Redação Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!


Instituições Conveniadas