;
Brasil

16/04/2018 | domtotal.com

MTST ocupam tríplex do Guarujá, que motivou a prisão de Lula

O grupo estendeu faixas dizendo 'Se é do Lula, é nosso', 'Se não é, por que prendeu?' e 'Povo sem Medo'.

Grupo estendeu faixas na fachada do imóvel na Praia das Astúrias.
Grupo estendeu faixas na fachada do imóvel na Praia das Astúrias. (Reprodução)

Atualizado 10h55

Por Pedro Fonseca

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e do grupo Povo Sem Medo invadiram nesta segunda-feira o apartamento tríplex no Guarujá (SP) atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo que resultou na prisão do petista no início deste mês.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o coordenador do MTST e pré-candidato à Presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, disse que a ação é uma denúncia "à farsa judicial que levou Lula para a prisão".

"Se o tríplex é do Lula então o povo está autorizado a ficar lá e vai se tornar o tríplex da resistência. Agora, se o tríplex não é do Lula, então o Sérgio Moro vai ter que mandar o alvará de soltura hoje mesmo, porque ele foi preso por algo que não é dele", acrescentou.

Os militantes estenderam um cartaz na varanda do apartamento com a frase "Se é do Lula é nosso".

Lula, que lidera as pesquisas de intenção de voto para a eleição presidencial de outubro, está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal no Paraná, em Curitiba, onde começou a cumprir a pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex.

Lula foi condenado por ter recebido o tríplex como propina paga pela empreiteira OAS em troca de contratos na Petrobras, de acordo com entendimento de Moro e dos três desembargadores da 8ª Turma do TRF-4.

O petista, que é réu em outros seis processos, nega ser dono do imóvel e diz ser alvo de uma perseguição política promovida por setores do Judiciário, do Ministério Público, da Polícia Federal e da imprensa para impedi-lo de ser candidato à Presidência.


Reuters

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas