;
Religião

22/05/2018 | domtotal.com

Papa pede rigor nas contas e alerta para 'hemorragia' de vocações

Durante abertura da Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana, Francisco aponta razões para a baixa de vocações.

Diante da crise de vocações, papa propõe que padres diocesanos também se coloquem em missão fora da sua própria diocese.
Diante da crise de vocações, papa propõe que padres diocesanos também se coloquem em missão fora da sua própria diocese. (Ben White by Unsplash)

O Papa Francisco inaugurou nesta segunda-feira (22) no Vaticano a 71ª da Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana (CEI), pedindo aos bispos católicos que exista rigor nas contas e alertando para a “hemorragia” de vocações.

A intervenção decorreu na Sala Nova do Sínodo, perante dezenas de prelados que estão reunidos até quinta-feira.

Francisco apresentou a Igreja como “mãe” e disse que a “crise das vocações”, uma “hemorragia de vocações”, coloca em causa o futuro de muitos seminários e mosteiros.

O Papa apontou como causas para este problema o “relativismo” e a “ditadura do dinheiro” que afastam os jovens, bem como “os escândalos” na Igreja e a “crise demográfica”.

Neste contexto, propôs aos bispos uma partilha “fidei donum” (sacerdotes diocesanos em missão fora do seu território) de padres entre dioceses italianas.

Francisco lamentou a existência de escândalos financeiros em comunidades católicas, pedindo aos membros da CEI regras “claras e comuns”.

“Temos o dever de gerir de forma exemplar”, sustentou.

O Papa deu como exemplo a atitude de um bispo que só convida outros para jantar quando paga “com dinheiro do próprio bolso” e não da diocese.


Ecclesia

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas