;
Engenharia

22/05/2018 | domtotal.com

Aquecedor solar de baixo custo já é realidade entre os brasileiros

O monitor solar Rafael Xavier garante que o cidadão gastará a metade do preço do aquecedor tradicional.

O monitor solar Rafael Xavier garante que o cidadão gastará a metade do preço do aquecedor tradicional.
O monitor solar Rafael Xavier garante que o cidadão gastará a metade do preço do aquecedor tradicional.

Por Patrícia Almada
Repórter DomTotal

Reduzir o valor da conta de luz já é possível graças aos aquecedores solares de baixo custo. Com materiais acessíveis, o próprio consumidor pode instalar o aquecedor em casa. Quem garante é o monitor solar Rafael Xavier, capacitado pela Sociedade do Sol, uma associação de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP).

Rafael é dono da empresa Gerasol (http://gerasolbh.com.br/), que capacita e treina pessoas que querem ter em suas residências o modelo econômico de aquecedor solar.

O sistema de aquecedor solar de baixo custo foi apresentado por Rafael durante evento promovido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) em parceria com a LATACI, no começo deste mês.

Em entrevista ao portal DomTotal, Rafael conta como surgiu a ideia do aquecedor de baixo custo, como funciona o curso e qual o valor dos materiais para a instalação.

Rafael conta que a ideia de se criar um aquecedor solar de baixo custo começou a ser debatida em 1992.

“Os aquecedores foram inventados pelos americanos na década de 50 e industrializados pela Alemanha na década de 60. Os primeiros aquecedores chegaram no Brasil na década de 70, com materiais muito caros. Sendo assim, uma pequena parcela da população pôde ter o aquecedor solar. Apenas na ECO 92 pensaram em se criar um aquecedor que fosse acessível à população, que poderia utilizar materiais plásticos ao invés de metálicos. Criou-se então a ideia do aquecedor de baixo custo”, explicou.

Rafael ressalta que o projeto ganhou força apenas em 2001, com a crise do apagão vivido pelo Brasil no governo de Fernando Henrique Cardoso. Porém, o projeto já estava na incubadora de empresas tecnológicas da USP. O engenheiro eletricista Augustin T. Woelz foi responsável por coordenador uma equipe que começou a desenvolver os primeiros protótipos até 2000.

“Com a crise do apagão, o aquecedor solar ganhou força, tornando-se uma patente livre para que todos os brasileiros tivessem acesso. Portanto, é um projeto experimental de uma tecnologia de aquecimento solar acessível para a população e feita pelos próprios usuários através de técnicas artesanais. Há 10 anos estamos fazendo o trabalho da disseminação desta tecnologia em Minas Gerais”, ressalta.

Valores

Para se ter o aquecedor solar de baixo custo em casa, Rafael garante que o cidadão gastará a metade do preço do aquecedor tradicional, podendo ainda ficar mais barato se a instalação for feita em casa, com o curso oferecido pela Gerasol, sem a ajuda de um técnico. “O aquecedor mais barato sai em torno de R$ 1.800. A empresa oferece um projeto social que dá cursos de captação para o usuário. Assim ele pode dispensar a mão de obra comprando apenas o material, ficando em mais ou menos R$ 1.000”, garante.

Eficiência

Rafael diz que o aquecedor pode funcionar de forma eficiente durante todo o ano, mesmo nas estações de chuva e frio do Brasil.

“Uma curiosidade é que no clima tropical temos o verão úmido e o inverno seco. Portanto, no inverno, apesar de o sol estar mais afastado, temos uma climatização mais favorável porque não há nuvens e o céu fica limpo. Sendo assim, as placas passam por muitas horas de insolação durante o dia, garantindo assim sua eficiência”, atesta.

Curso

Além de fazer o curso, que tem módulo teórico e prático, Rafael esclarece que os interessados podem ainda se tornarem técnicos projetistas em sistema de aquecedor solar. “ O projeto é dinâmico e em um dia capacita qualquer cidadão a instalar, fabricar e montar o aquecedor solar. No curso forma-se técnicos que, com o conhecimento adquirido, podem fomentar a capacitação profissional”.


Redação Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas