;
Esporte Futebol Internacional

09/08/2018 | domtotal.com

Boca vence Libertad e sai na frente pelas oitavas da Libertadores

A equipe argentina recebeu o Libertad-PAR na Bombonera e venceu por 2 a 0, com ambos os gols marcados no primeiro tempo.

O Boca Juniors abriu dois gols de vantagem sobre o Libertad nas oitavas de final da Libertadores.
O Boca Juniors abriu dois gols de vantagem sobre o Libertad nas oitavas de final da Libertadores. (Juan Mabromata/AFP)

O Boca Juniors-ARG fez valer o mando de campo e venceu no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores da América. Na noite dessa quarta-feira, a equipe argentina recebeu o Libertad-PAR na Bombonera e venceu por 2 a 0, com ambos os gols marcados no primeiro tempo.

Com Carlitos Tevez no banco de reservas, o Boca Juniors começou com tudo e abriu o placar no sexto minuto de jogo, com Ábila. No final da primeira etapa, o estreante Zárate ampliou. Na segunda etapa, o Boca continuou pressionando e, apesar de pressão do Libertad, a segunda etapa não teve gols.

O jogo de volta do confronto, em Assunção, no Paraguai, será no dia 30 de agosto, uma quinta-feira. O Boca Juniors pode perder por um gol de diferença para avançar. Já o Libertad precisa vencer por 2 a 0 para levar a decisão para os pênaltis. Para avançar, precisa vencer por três gols de diferença.

O jogo

Sob chuva, o Boca começou a partida pressionando e precisou de apenas seis minutos para abrir o placar. Após cobrança de escanteio e bate-rebate, a bola sobrou para Ábila na entrada da pequena área. O atacante encheu o pé esquerdo e não deu chances para o goleiro Muñoz.

Mesmo com o gol no início da partida, o Boca seguiu atacando e não deixava o Libertad respirar. A equipe argentina retinha a posse de bola e impedia os paraguaios de armar jogadas ofensivas. Na primeira boa oportunidade dos visitantes, aos 15 minutos, Bareiro aproveitou cobrança de falta na área e cabeceou para fora.

Apesar do susto, o time local seguia pressionando e, empurrado pela torcida, ampliou a vantagem antes do intervalo. Ábila, autor do primeiro gol, tocou para Zárate na grande área. O atacante, que fazia sua estreia pelo Boca, tirou dois marcadores e finalizou com a perna esquerda para fechar em 2 a 0 no placar do primeiro tempo.

O Boca voltou do intervalo com a mesma estratégia da etapa inicial, tentando marcar mais gols para ter vida mais fácil no jogo de volta, no Paraguai. Já o Libertad, que não queria jogar em casa com grande desvantagem, voltou do vestiário mais ofensivo e levou perigo no quinto minuto, quando Bareiro colocou o goleiro Andrada para trabalhar.

O terceiro gol do time da casa quase aconteceu no décimo minuto, quando Ábila recebeu cruzamento de Cardona, mas não finalizou bem e não conseguiu ampliar. Aos 17, Zárate, tentando seu segundo gol da noite, recebeu lançamento na área e chutou, mas Muñoz defendeu com o pé.

A pressão do Boca continuava. Aos 26 minutos, Pavón, que defendeu a Argentina na Copa do Mundo, recebeu lançamento de Pablo Pérez e tocou na saída de Muñoz, mas o goleiro do Libertad, que fazia boa partida, impediu o gol.

Com vantagem de dois gols, Guillermo Schelotto decidiu reforçar a proteção à defesa. O técnico do Boca colocou o volante Nández no lugar do atacante Zárate e, após a alteração, o time parou de pressionar e apostou apenas em contra-ataques.

A estratégia defensiva não deu certo para o Boca, que viu o Libertad melhorar e buscar um gol nos últimos minutos. A grande oportunidade do time paraguaio foi nos acréscimos, aos 47 minutos, quando Leiva arriscou de longe e a bola explodiu no travessão após leve desvio do goleiro Andrada, que segurou o 2 a 0 no placar.


Gazeta Esportiva

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas