;
ESDHC

27/08/2018 | domtotal.com

Atividade esportiva encerra o I Seminário de Engenharia Sustentável

Comunidade acadêmica movimentou a praça Floriano Peixoto na manhã de domingo (26).

Participantes do I Seminário de Engenharia Sustentável na praça Floriano Peixoto.
Participantes do I Seminário de Engenharia Sustentável na praça Floriano Peixoto. Foto (Patrícia Azevedo/Dom Total)
A funcionária Joana e a professora Aline Oliveira tiram dúvidas dos participantes no estande da EMGE.
A funcionária Joana e a professora Aline Oliveira tiram dúvidas dos participantes no estande da EMGE. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Bolo de abóbora oferecido pela nutricionista Denise Pacheco.
Bolo de abóbora oferecido pela nutricionista Denise Pacheco. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Participantes do I Seminário de Engenharia Sustentável na praça Floriano Peixoto.
Participantes do I Seminário de Engenharia Sustentável na praça Floriano Peixoto. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
A professora Aline Oliveira e a nutricionista Denise Pacheco realizam a abertura do evento.
A professora Aline Oliveira e a nutricionista Denise Pacheco realizam a abertura do evento. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Professores Rodrigo Miranda, acompanhado pela sobrinha Duda, Aline Oliveira e Fischer Stefan.
Professores Rodrigo Miranda, acompanhado pela sobrinha Duda, Aline Oliveira e Fischer Stefan. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Rafael Gomes, presidente da Atlética EMGE, participa do treino funcional.
Rafael Gomes, presidente da Atlética EMGE, participa do treino funcional. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário.
Treinos funcionais, aulas de dança e orientação nutricional encerram o seminário. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Professora Aline Oliveira e a equipe da academia Corpo em Forma.
Professora Aline Oliveira e a equipe da academia Corpo em Forma. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)
Participantes do I Seminário de Engenharia Sustentável na praça Floriano Peixoto.
Participantes do I Seminário de Engenharia Sustentável na praça Floriano Peixoto. Foto (Patrícia Azevedo/Dom total)

Com a proposta de mostrar que a sustentabilidade envolve também cuidados com o corpo, a mente e a alimentação, a Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE) e a Atlética EMGE promoveram uma atividade diferente para o encerramento do I Seminário de Engenharia Sustentável. Ao invés do tradicional modelo de painéis e debates no auditório da Escola, a comunidade acadêmica reuniu-se na Praça Floriano Peixoto, no bairro Santa Efigênia. As roupas sociais deram lugar ao tênis e à camiseta. Já os ‘palestrantes’ da vez foram os educadores físicos da academia Corpo em Forma, que conduziram treinos funcionais e aulas de dança, e a nutricionista Denise Pacheco, com estande sobre alimentação e sustentabilidade.

“Precisamos ter consciência que a nossa alimentação tem interferência no ambiente e que podemos fazer melhores escolhas. O consumo de alimentos naturais e orgânicos incentiva a redução de agrotóxicos e auxilia as famílias que produzem esses alimentos, proporcionando a elas uma vida mais digna. Podemos também gerar menos lixo. Não adianta simplesmente querer a praticidade no nosso dia a dia, sem pensar no impacto que essa praticidade vai trazer”, apontou Denise. Para demonstrar as possibilidades do uso de alimentos orgânicos, a nutricionista ofereceu um delicioso bolo de abóbora moranga, que aproveita também a casca do vegetal. 

A Atlética da EMGE disponibilizou ainda uma mesa de frutas para toda a comunidade presente na praça. Da mesma forma, as pessoas que estavam no local foram convidadas a participar das atividades esportivas e da orientação nutricional. “A proposta da Atlética é justamente promover uma vida mais sustentável por meio do esporte, reunindo os alunos dentro e fora da faculdade. Temos também uma comunidade externa muito grande participando hoje, que está conhecendo a EMGE e a própria Atlética, ficamos muito felizes”, afirmou Rafael Gomes, presidente da Associação.

Balanço

A primeira etapa do I Seminário de Engenharia Sustentável foi realizada na quinta-feira (23), na sede da EMGE, e contou com 10 palestras, divididas em três painéis, além da cerimônia de abertura. De acordo com a professora Aline Oliveira, uma das organizadoras do evento, o resultado foi bastante positivo.

“Conseguimos envolver muitas pessoas importantes da área, principalmente na quinta-feira, com as palestras. Os alunos se sentiram engajados, muitos se cadastraram nas ONGs para participar das redes jovens de sustentabilidade, e hoje estamos concluindo com alegria, de uma forma bastante jovem, como os estudantes gostam. É importante pensar que a dimensão da sustentabilidade envolve também cuidar do corpo e da mente, por isso escolhemos a atividade física na praça, que é um lugar arborizado e confortável para podermos relaxar”, afirmou Aline.

Os alunos e professores aprovaram a ideia. “Eu curti bastante, achei muito motivador, quero participar de mais eventos assim. Eu sinto orgulho de ser aluno da EMGE por vários motivos, ela está sempre buscando ampliar os nossos horizontes, e acaba mudando nossa visão do futuro e também do presente”, contou o estudante Maycon Rezende, do 4º período.


Patrícia Azevedo/Redação Dom Total

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!


Instituições Conveniadas