;
Brasil Cidades

08/11/2018 | domtotal.com

Sílvio Santos. Não o ame, deixe-o

O SBT desmente saudosismo da ditadura ao ressuscitar o slogan 'Brasil , ame-o ou deixe-o'.

Sílvio Santos veio, viu e venceu explorando a boa fé nacional com seu baú de infelicidades.
Sílvio Santos veio, viu e venceu explorando a boa fé nacional com seu baú de infelicidades. (Reprodução)

Por Ricardo Soares*

Vou repetir o velho e surradíssimo clichê de "que não imaginava que fosse viver para ver isso" para ser mais um dos muitos que se espantam em ver o hediondo SBT do hediondo Sílvio Santos ressuscitar slogan da época mais sinistra da ditadura militar que acometeu o país entre 1964 e 1985 e da qual muita gente , infelizmente, tem saudade. Sobretudo os que não a viveram.

Como diz um prezado amigo  "nada é ruim o suficiente que não possa piorar. E nada é tão baixo que Silvio Santos não possa rebaixar ainda mais". Essa figura , toscamente risonha e rasa, que está no inconsciente coletivo nacional permeia nossos corações e mentes há tanto tempo que já nos acostumamos às suas bizarras estultices o que faz com que sequer o levemos a sério. No meu caso lembro de ser conduzido , muito menino, a uma escolinha pré-primária no bairro do Rudge Ramos , São Bernardo do Campo, pelas cuidadosas mãos de uma vizinha e assim que atravessávamos a via Anchieta as casas vizinhas , a todo volume, ouviam o programa de rádio de SS e seu indefectível bordão " Silvio Santos vem aí ".

Sílvio Santos veio, viu e venceu explorando a boa fé nacional com seu baú de infelicidades, aproveitou-se do melhor do período militar  que bajulou às escancaras e lhe valeu a concessão para uma rede de televisão absolutamente inútil no que diz respeito a difusão de qualquer conteúdo relevante. É muito mais de meio século de total desserviço e alienação que SS presta a "nação brasileira" como diria o caricato cabo Daciolo.

O SBT desmente saudosismo da ditadura ao ressuscitar o slogan "Brasil , ame-o ou deixe-o"  e só acredita nisso quem crê na boa fé no "empreendedor" Sílvio Santos. Aliás, essa caricata figura merecia sim uma biografia isenta pois se como homem , digamos, de mídia, não teve a capilaridade de Assis Chateaubriand por outro lado não é pouca a influência que exerceu e exerce em milhões de brasileiros. SS podia ser apenas e tão somente um palhaço do bem , um simpático clown dominical que alegra os tediosos domingos das periferias nacionais mas ao vê-lo seguir ignaro, raso e preconceituoso  velhice adentro com sua cornucópia de tolices só consigo mesmo é lembrar de um outro palhaço terrível e mau retratado por Stephen King no clássito de terror "IT", traduzido no Brasil como " A Coisa". Silvio Santos pois segue sendo uma "coisa" medonha . SS não o ame. Deixe-o.

*Ricardo Soares é diretor de tv, escritor, roteirista e jornalista. Publicou 8 livros, dirigiu 12 documentários.

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas