;
Brasil Cidades

09/11/2018 | domtotal.com

Há!

Há de resistir o que está acima de qualquer interferência de ordem e progresso.

Há de perseverar o que foi duramente conquistado.
Há de perseverar o que foi duramente conquistado. (Lenora de Barros - Contra Mão, 1994, fotografia.)

Por Eleonora Santa Rosa*

Há de passar o que é passageiro

Há de permanecer o que é verdadeiro

Há de frutificar o que foi semeado com essência, amor e destemor

Há de pulsar o que a vida ensina e o aprendido ecoa

Há de persistir o que o tempo garimpa, refina, finda e refunda

Há de vingar o que brota genuíno em qualquer circunstância do fazer artístico

Há de resistir o que está acima de qualquer interferência de ordem e progresso

Há de perseverar o que foi duramente conquistado

Há de ser salvaguardado o patrimônio dos saberes, fazeres e cantares de todos os mestres

Há de soar os hinos de amor aos ofícios de inteligência, delicadeza e ciência sem fronteiras

Há de ser expandido o que não é extinto por desejo, capricho, mando, do que não é reconhecido

Há de ter futuro o que se gestou por tanto tempo e que resiste à ferocidade de entretempos

Há pausas necessárias para reflexão e fecundação de novas ações de transformação

Há a arte de permanecer e iluminar o terreiro de laboriosos artesãos e obreiros em constante estado de insubmissão

Há a cultura de ser o bastião, o farol e o território de esperança, de cidadania e de direito à livre expressão e criação

Há o sol de vingar mais uma vez!

*Eleonora Santa Rosa – Jornalista, produtora cultural e diretora do MAR.

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas