Meio Ambiente

09/01/2019 | domtotal.com

Emissões de CO2 nos EUA aumentaram em 2018, segundo estudo independente

Os analistas calculam que as emissões de CO2 relacionadas com a energia aumentaram 3,4% de 2017 a 2018, o que significaria o maior incremento desde 2010 nos Estados Unidos.

A Usina de Energia do Capitólio, em Washington, em 22 de agosto de 2018.
A Usina de Energia do Capitólio, em Washington, em 22 de agosto de 2018. (AFP)

Os Estados Unidos aumentaram suas emissões de dióxido de carbono em 2018, segundo um estudo publicado nesta terça-feira (8) pelo instituto de pesquisa Rhodium Group.

Os analistas calculam que as emissões de CO2 relacionadas com a energia aumentaram 3,4% de 2017 a 2018, o que significaria o maior incremento desde 2010 nos Estados Unidos.

A estimativa se baseou nas estatísticas energéticas do governo americano e em outros dados públicos e privados sobre o consumo de petróleo e a geração de energia durante os primeiros oito meses do ano.

O carvão continuou perdendo impulso, enquanto o ano 2018 estabeleceu um recorde para o número de fechamentos de usinas de carvão, segundo o estudo.

Mas é o gás natural que o substitui na maioria dos casos, não as turbinas eólicas ou as usinas de energia solar. A queima de gás natural emite menos gases de efeito estufa que a do carvão, mas alimentou majoritariamente a demanda de eletricidade do ano passado, superando as energias solar e eólica.

Pelo terceiro ano consecutivo, os combustíveis consumidos pelo setor de transportes continuam sendo a maior fonte de emissões de CO2 na atmosfera nos Estados Unidos. As emissões aumentaram devido ao setor de transportes e aos aviões. A poluição de CO2 dos automóveis, porém, foi estável em comparação com 2017.

Este informe cobre as emissões de CO2 relacionadas com a energia, que representam aproximadamente três quartos do total das emissões de gases nos Estados Unidos - o metano, por exemplo, também contribui para o aquecimento global. As estatísticas oficiais totais só serão publicadas em 2020 pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos.

No entanto, a tendência é clara: "Os Estados Unidos já estavam atrasados para atingir os objetivos do Acordo de Paris, e a brecha é ainda maior no início de 2019", segundo o estudo.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas