Brasil Política

19/02/2019 | domtotal.com

Demitido e chamado de mentiroso, Bebianno vai depor no Senado sobre laranjas do PSL

Bebianno teve a exoneração da Secretaria-Geral oficializada na noite dessa segunda-feira.

Mensagens de áudio trocadas entre o presidente e Bebianno revelam que eles se falaram três vezes por WhatsApp
Mensagens de áudio trocadas entre o presidente e Bebianno revelam que eles se falaram três vezes por WhatsApp (Instagram/ Gustavo Bebianno)

Por 6 votos a 5, a Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor do Senado (CTFC) aprovou nesta terça-feira convite ao ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, para esclarecer denúncias feitas pela imprensa sobre o uso de candidaturas laranja para desvio de recursos eleitorais.

Um dos responsáveis por viabilizar a candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência, Bebianno teve a exoneração da Secretaria-Geral oficializada na noite dessa segunda-feira (18), dias depois de ser chamado de mentiroso por Carlos Bolsonaro e pelo próprio presidente. Após a denúncia sobre o uso de laranjas, Bebianno disse que tinha conversado com Bolsonaro três sobre o assunto, conversas que foram negadas pelo Carlos Bolsonaro e, posteriormente, pelo próprio presidente.

No entanto, mensagens de áudio trocadas entre o presidente e Bebianno revelam que eles se falaram três vezes por WhatsApp em um dia, durante a crise política dos laranjas do PSL, como havia alegado o ex-ministro. Porém, Bolsonaro argumentou, também por áudios, que as mensagens não configuravam uma conversa e defendeu a atitude de seu filho Carlos de contestar Bebianno.



Agência Estado

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas