Esporte Futebol Mineiro

20/02/2019 | domtotal.com

Atlético volta ao Uruguai para ficar perto da fase de grupos da Libertadores

Para evitar novos sustos, o Atlético tem priorizado a Libertadores, deixando o Estadual de lado.

Atlético promete postura ofensiva para voltar do Uruguai com gols
Atlético promete postura ofensiva para voltar do Uruguai com gols (Bruno Cantini/Atlético)

O palco do primeiro compromisso do Atlético na terceira fase preliminar da Copa Libertadores é bem conhecido. No Estádio Luiz Franzini, em Montevidéu, onde o time empatou por 2 a 2 com o Danubio há duas semanas, a equipe vai visitar nesta quarta-feira (20), às 21h30, o Defensor para dar um passo importante na busca por uma vaga no Grupo E do torneio continental.

Na volta ao Uruguai, o Atlético espera ter aprendido com os erros cometidos na etapa anterior. Afinal, diante de um adversário modesto, deixou escapar duas vezes a vantagem em Montevidéu. E correu riscos no duelo de volta, no Independência, mesmo após abrir 3 a 0 no primeiro tempo.

Para evitar novos sustos, o Atlético tem priorizado a Libertadores, deixando o Estadual em segundo plano. O time escalou apenas os reservas em seus últimos três compromissos no Mineiro e mesmo assim teve êxito, conquistando só vitórias, o que inclusive o colocou na liderança do torneio.

Embora alguns suplentes tenham se destacado nesses compromissos, como Guga e Maicon Bolt, o técnico Levir Culpi deve manter a escalação que superou o Danubio por 3 a 2, na semana passada. E boa parte das esperanças do Atlético estarão depositadas em Ricardo Oliveira.

O atacante já marcou nove gols, em apenas cinco jogos disputados nesta temporada, sendo quatro deles na Libertadores, o que já o deixa como um dos artilheiros do torneio. E poupado nos últimos compromissos do Mineiro, chega descansado para o duelo no Luiz Franzini, onde marcou duas vezes na fase anterior.

Além disso, o time promete postura ofensiva para voltar do Uruguai com gols. "Será importante fazer gols porque tem o critério do gol marcado fora de casa. Nossa equipe é ofensiva, todo mundo já sabe, e é importante também melhorar um pouco defensivamente e não tomar gols”, comentou o atacante Luan.

Rival do Atlético, o Defensor avançou à esta etapa da Libertadores graças a um erro do equatoriano Barcelona de Guayaquil, que o havia derrotado por 2 a 1 no primeiro confronto da série, mas foi punido com um placar desfavorável de 3 a 0 pelo uso de um jogador irregular, o meio-campista colombiano Sebastián Pérez. Assim, nem o revés por 1 a 0 no Equador impediu a passagem de fase do time uruguaio.

Com uma equipe mista, o Defensor estreou no Campeonato Uruguaio no último fim de semana e perdeu por 1 a 0 para o Peñarol, em casa. O desempenho ampliou o ano ruim do time como mandante, pois na primeira fase preliminar da Libertadores também perdeu no Luis Franzini, por 3 a 2, para o Bolívar, embora tenha avançado de fase. E essa fragilidade poderá ser explorada pelo Atlético nesta quarta-feira.

O técnico Jorge da Silva não revelou a escalação do Defensor, que deverá apostar em dois veteranos para triunfar em casa: o atacante Álvaro Navarro, de 34 anos, e o zagueiro Nicolás Corea, de 35 anos.



Agência Estado

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas