Meio Ambiente

17/03/2019 | domtotal.com

Dezenas de milhares de pessoas marcham em Paris pelo clima

Cerca de 140 organizações pediram para que as pessoas se manifestassem alegando que é 'hora de mudar o sistema industrial, político e econômico'.

Manifestantes reunidos em Paris pedem respostas para as mudanças climáticas
Manifestantes reunidos em Paris pedem respostas para as mudanças climáticas (AFP)

Trinta e seis mil pesoas, segundo a polícia, e 107 mil, segundo os organizadores, participaram neste sábado, em Paris, da "Marcha do Século", manifestação destinada a denunciar a falta de ação contra as mudanças climáticas.

"Mais de 350 mil pessoas em 220 cidades da França se uniram para denunciar a falta de ação do governo francês frente à crise climática, e seu cinismo frente à crise social", afirmaram os organizadores da marcha.

Cerca de 140 organizações, do Greenpeace da França à Fundação Nicolas Hulot, pediram para que as pessoas se manifestassem neste sábado alegando que é "hora de mudar o sistema industrial, político e econômico para proteger o meio ambiente, a sociedade e os indivíduos".

"Há 30 anos espero este movimento", disse, entusiasmada, Valerie, 50, que se manifestou na cidade de Lille.

Os jovens foram os primeiros a se manifestar, na sexta-feira, respondendo maciçamente em todo o mundo ao chamado da adolescente sueca Greta Thunberg. Em Paris, entre 29.000 e 40.000 foram às ruas, e 168.000 em toda a França, segundo a organização Youth for Climate.

"Precisamos realmente de um movimento para mudar, um antes e depois", disse Jean-François Julliard, diretor geral do Greenpeace França.

Há vários meses, multiplicam-se na França os pedidos, ações e campanhas na internet por uma mobilização pelo clima. Quatro ONGs, entre elas Greenpeace e Oxfam, entraram com uma ação judicial contra o Estado francês por não honrar sua obrigação de agir contra o aquecimento global.


AFP

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas