Esporte Futebol Mineiro

17/03/2019 | domtotal.com

Atlético derrota o América nos acréscimos e garante liderança do Mineiro

Time dirigido por Levir Culpi vence clássico com mais de 40 mil torcedores no estádio, chega aos 25 pontos e confirma a melhor campanha da primeira fase.

Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Bruno Cantini/Atlético MG)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Mourão Panda/América FC)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Mourão Panda/América FC)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Bruno Cantini/Atlético MG)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Mourão Panda/América FC)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Bruno Cantini/Atlético MG)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Bruno Cantini/Atlético MG)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Bruno Cantini/Atlético MG)
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória
Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória Foto (Bruno Cantini/Atlético MG)

O Atlético garantiu a liderança da primeira fase do Campeonato Mineiro na tarde deste domingo. Jogando com um a mais durante boa parte do segundo tempo, o Galo cedeu o empate ao América-MG duas vezes, mas um gol chorado de Alerrandro nos acréscimos deu a vitória por 3 a 2, no Mineirão, em um emocionante clássico válido pela 10ª rodada da competição.

Com o resultado, o time dirigido pelo contestado Levir Culpi chega aos 25 pontos e confirma a melhor campanha da primeira fase, já que não pode mais ser ultrapassado pelo arquirrival Cruzeiro, que soma 22 pontos e duas vitórias a menos. O Coelho, por sua vez, cai para o terceiro lugar, com 21 pontos.

A 11ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro será realizada na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília). O Atlético-MG visita o Tupynambás, em Juiz de Fora, enquanto o América-MG recebe o Guarani-MG, no Estádio Independência.

O Jogo – Depois de um início em que o América ficou com a posse de bola, o Atlético se impôs e criou as primeiras chances de gol. Aos oito minutos, Guga cruzou na medida para Alerrandro testar com perigo. Pouco depois, o centroavante fez o pivô e tocou para Igor Rabello bater colocado, exigindo boa defesa de Fernando Leal.

Melhor na partida, o Galo abriu o placar aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio pela direita, Rabello desviou na primeira trave, e Luan acertou o travessão de cabeça. No rebote, Réver testou firme na pequena área e estufou as redes adversárias.

Dez minutos depois, o América buscou o empate utilizando também a jogada aérea. Júnior Viçosa escorou cobrança de escanteio pela direita, e a bola sobrou para Felipe Azevedo, livre na esquerda da área. O atacante chutou forte e cruzado, sem dar chances de defesa para Victor.

Assim como ocorreu no primeiro tempo, o Coelho começou melhor a etapa final. Aos 10 minutos, Marcelo Toscano arriscou de longe, a bola quicou na pequena área e complicou Victor, que mandou para escanteio. Aos 13, o América passou a jogar com um a menos após Matheusinho levar cartão vermelho direto por solada em Cazares.

Aproveitando-se da vantagem numérica, o Galo desempatou o clássico. Aos 18 minutos, Fábio Santos chutou torto da intermediária, mas a bola foi parar nos pés de Luan, que rolou para Alerrandro completar. Mas a torcida do Galo teve pouco tempo para comemorar. Aos 21, após cobrança de falta pela direita, Paulão subiu sozinho para deixar tudo igual.

Pouco depois, Cazares deixou Luan na cara de Fernando Leal. O atacante bateu cruzado e balançou as redes, mas o árbitro viu mão do atacante no domínio e anulou o gol. Mas aos 45 minutos, com um gol chorado de Alerrandro, que aproveitou rebote da trave e cruzamento de Leonardo Silva, o Atlético conquistou a sofrida vitória.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 3 X 2 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: Domingo, 17 de março de 2019
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Emerson Almeira Ferreira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Junio de Souza
Público: 43.137 torcedores
Renda: R$ 613.634,00
Cartão Amarelo: Réver e Igor Rabello (Atlético-MG); Leandro Silva, Paulão e Júnior Viçosa (América-MG)
Cartão Vermelho: Matheusinho (América-MG)
Gols:

ATLÉTICO- MG: Réver, aos 27 minutos do 1º tempo, e Alerrandro, aos 18, e aos 45 minutos do 2º tempo
AMÉRICA-MG: Felipe Azevedo, aos 37 minutos do 1º tempo, e Paulão, aos 21 minutos do 2º tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Guga, Réver (Leonardo Silva), Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson, José Welison (Vinícius), Terans (Chará) e Cazares; Luan e Alerrandro.

Técnico: Levir Culpi

AMÉRICA-MG: Fernando Leal; Leandro Silva, Diego Jussani, Paulão e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Marcelo Toscano (Sabino) e Matheusinho; Felipe Azevedo e Júnior Viçosa (Carlos França).
Técnico: Givanildo Oliveira


Gazeta Esportiva

EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC. Saiba mais!

Comentários

Instituições Conveniadas