Vídeos

O perdão de um pai

O pai de uma das vítimas da tragédia de Christchurch, na Nova Zelândia, perdoou o assassino do filho de 14 anos. O homem, que foi preso, transmitiu a ação nas redes sociais e publicou um manifesto de 74 páginas, no qual sugere que a imigração e ideologias neonazistas motivaram o atentado.

18 Mar 2019
PARTES DESSE VÍDEO/ÁUDIO
Instituições Conveniadas