19 Out 2018 | domtotal.com

Governar é cuidar

Cuidar é investir em múltiplas dimensões visando um objetivo.

A cultura brasileira pode parecer um pouco avessa à relação entre governar e cuidar, mas em suas raízes, estes termos têm muita conexão.
A cultura brasileira pode parecer um pouco avessa à relação entre governar e cuidar, mas em suas raízes, estes termos têm muita conexão. (Reprodução)

Marcel Farah

Perguntei a um amigo, quem você deixaria cuidando de seu filho ou filha, caso precisasse: Haddad ou Bolsonaro?

A resposta veio em forma de pergunta, não acha isso muito pesado para uma campanha? Contudo, é exatamente isso que está em jogo nestas eleições, quem vai cuidar do Brasil.

A questão do cuidado e a ética que o envolve é debatida há muito tempo por pessoas como Leonardo Boff, segundo o qual, sem cuidado nada que é vivo sobrevive. A vida, o planeta, a sociedade e as pessoas, se fortalecem com o cuidado maternal, paternal, familiar, ambiental, social.

Por mais que isso pareça sentimental é também objetivo e pragmático. O cuidado não tem relação apenas com o carinho e a amorosidade, relaciona-se também com o apoio, a assistência o fomento, o investimento. Cuidar é investir em múltiplas dimensões visando um objetivo. Todo projeto desenvolve-se por meio do cuidado. Para ser bem sucedido o projeto deve ser bem planejado ter propostas plausíveis e coerentes com seus objetivos.

A cultura brasileira pode parecer um pouco avessa à relação entre governar e cuidar, mas em suas raízes, estes termos têm muita conexão. Para o lavrador só se produz cuidando da plantação esse é o seu trabalho.

A palavra cultura vem de cultivar, a cana, a mandioca, o arroz, o feijão. O cultivo da terra produz as mais diversas culturas. A cultura de um povo é sua forma de cuidar de si mesmo.

Na educação, professores e professoras tem como missão educar. Educar é preparar para a vida em sociedade, e preparar a sociedade para a vida. Assim como preparar sementes, mudas, esperar a germinação, a maturação para a colheita, preparar o adubo para o fortalecimento e a terra para o cultivo. Professores e professoras são especialistas no cuidado.

Estamos frente a escolha, portanto, de quem cuidará deste país pelos próximos quatro anos. E neste campo temos que escolher entre um professor e um militar. Não tenho nada contra militares, mas para governar, quem você escolheria? Para esta escolha é preciso ter muito cuidado.

Marcel Farah
Educador Popular
+ Artigos
Comentários