03 Fev 2019 | domtotal.com

Quanto vale a vida?

Quem vem acompanhando a tragédia causada pela mineradora Vale só pode sentir indignação, dor e solidariedade pelos familiares dos que foram esmagados pela ganância alheia.

Quem vem acompanhando a tragédia causada pela mineradora Vale só pode sentir indignação, dor e solidariedade pelos familiares dos que foram esmagados pela ganância alheia.
Quem vem acompanhando a tragédia causada pela mineradora Vale só pode sentir indignação, dor e solidariedade pelos familiares dos que foram esmagados pela ganância alheia. (REUTERS/Adriano Machado)

Por Nany Mata

A mineração é o que mantém Minas Gerais bem economicamente, dizem. Uma grande bobagem, por duas razões muito claras:

1. O dinheiro de verdade não fica por aqui.
2. Nenhum dinheiro do mundo vale a destruição ambiental feita há anos no estado.

Quem vem acompanhando a tragédia causada pela mineradora Vale só pode sentir indignação, dor e solidariedade pelos familiares dos que foram esmagados pela ganância alheia. 

Todos sabemos que poderia ter sido evitado. Laudos de especialistas, depoimentos de quem vivia na região. Mariana não serviu de lição, porque não quiseram. 

A vida não parece valer nada a quem está no poder. Já reparou como a ganância chega a níveis tão extremos que rouba-se e acumula-se muito além do que poderia ser gastado em uma só vida?

Constroem fortunas exorbitantes, enquanto reduzem investimentos em segurança. A Vale cortou "gastos" com segurança em mais de 40% nos últimos anos. 

É a crise, dizem. Ah, me respeita! Não vejo reclama de crises pessoas que vivem com salário mínimo ou fazem bicos por não encontrarem emprego. Quem reclama da crise é empresário. Nós, assalariados, não recebemos aumento quando o país não está em crise...

Falam em crise justamente esses que não se preocupam com meio ambiente e com nossas vidas. Enquanto pessoas comuns se uniam em solidariedade, alguns representantes de um poder público e privado egoísta, davam declarações inacreditáveis, como o tweet abaixo, escrito pelo vice-presidente do Partido Novo de Minas Gerais, Evandro Negrão Jr.,

“Lamentável, muito dolorido e MUITO sofrido o desastre de Brumadinho, mas n/ podemos demonizar a Vale. É uma baita empresa, sem minério n/ tem carro, avião, nem geladeira e o mundo é muito melhor c/ empresas como ela do q sem. Ela errou, deve pagar 1 grande multa e voltar a funcionar asap.”

Avião, carro, geladeira. Será mesmo que essas centenas de vítimas mortas ou que perderam tudo valem menos do que isso? Será que uma multa vai trazer vidas de volta e permitir que elas encham seus lares de eletrodomésticos? Será que o impacto global de tamanha destruição não faz diferença na mentalidade desses gananciosos? 
 
Precisamos acordar todos os dias e tomar um chá de otimismo para seguir vivendo em um mundo em que uma TV vale mais do que uma vida.

Nany Mata
Jornalista, especialista em Comunicação Corporativa e Inbound Marketing. Acredita nos Direitos Humanos, na luta feminista e LGBT. Não se acanha em ser acusada de defensora de bandidos ou utópica. Trabalhou e é voluntária da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), entidade sem fins lucrativos que visa a humanização no cumprimento da pena e a ressocialização de indivíduos que cometeram delitos.
Comentários
+ Artigos
Instituições Conveniadas