24 Jun 2019 | domtotal.com

Copa América é um Campeonato Mineiro com grife 


Messe fez mais um gol no Mineirão, mas jogo da sua Argentina contra o Paraguai foi muito ruim tecnicamente.
Messe fez mais um gol no Mineirão, mas jogo da sua Argentina contra o Paraguai foi muito ruim tecnicamente. (GLEDSTON TAVARES / FramePhoto/Gazeta Press)

Por Juliano Paiva

Gramados ruins, jogos tecnicamente fracos, estádios vazios e somente dois ou três times em condições de ser campeão. Campeonato Mineiro? Não, é a Copa América, o torneio de seleções da Conmebol que se mostra um fiasco a cada partida. 

Há outra semelhança com o Estadual de Minas, esdrúxula ressalta-se. A fórmula de disputa. Assim como no Campeonato Mineiro, na Copa América, dos 12 participantes, oito se classificam para as quartas de final do torneio. Uma piada! Sem graça! 

O Campeonato Mineiro, como todos sabem, custa a engrenar. A competição se arrasta por três meses e podemos contar nos dedos os jogos que valem a pena. Geralmente, só a final. 

A Copa América se desenha do mesmo jeito. Até agora somente Uruguai 2 x 2 Japão foi digno de aplausos. O Mineirão, por exemplo, foi palco de um péssimo Argentina 1 x 1 Paraguai. A expectativa era grande, mas a realidade se mostrou cruel para quem foi ao Gigante da Pampulha ver Messi e companhia. 

Imagina-se que o Campeonato Mineiro com grife da Conmebol vá esquentar a partir da semifinal. Um gigante Brasil x Argentina pode acontecer no Mineirão e um aguardadíssimo Uruguai x Colômbia na Arena do Grêmio. Aí sim, jogos com cara de Copa do Mundo com perspectivas de serem bons tecnicamente, com as arquibancadas cheias – apesar do vergonhoso preço dos ingressos – e emoção, o que não pode faltar ao futebol raiz. 

Juliano Paiva
é jornalista formado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente editor do Dom Total, Paiva trabalhou nos jornais O Tempo, Hoje em Dia e no extinto Diário da Tarde, tradicional periódico de Belo horizonte fechado pelos Associados Minas em julho de 2007. No DT, começou como repórter da editoria Cidades, mas, na época do fechamento do jornal, fazia cobertura esportiva. Também foi responsável pela cobertura de jogos do Campeonato Brasileiro para a Folha de São Paulo no segundo semestre de 2007.
Comentários
+ Artigos
Instituições Conveniadas