17 Fev 2021 | domtotal.com

Sampaoli deixará barca de medianos no Galo

Argentino deu as cartas como bem entendeu no Atlético, especialmente na gestão Sette Câmara

Jorge Sampaoli deixou a desejar no comando do Atlético
Jorge Sampaoli deixou a desejar no comando do Atlético (Pedro Souza/Atlético)

Rômulo Ávila

Caso a transferência do técnico Jorge Sampaoli para o Olympique de Marseille se confirme, o comandante deixará no Atlético uma barca de jogadores medianos que ele bateu o pé para o clube contratar, mas que deram pouco retorno em campo. É o preço que se paga por deixar o treinador fazer o que quiser.

Bueno, Mariano, Alan Franco, Zaracho, Vargas, Sasha e Everson são exemplos de atletas que custaram milhões ao Atlético e não entregaram, até agora, um futebol que justificasse o investimento. Também coloco nesse pacote as aquisições de Hyoran e Nathan, jogadores que estavam no clube antes, por empréstimo, e foram comprados a pedido do argentino.

Nenhum jogador ou treinador pode ser maior que o clube. Sampaoli deu as cartas como bem entendeu no Atlético, especialmente na gestão Sette Câmara. Exigiu a contratação de Everson, mesmo diante das excelentes atuações de Rafael, pediu contratações de outros tantos e pouco os aproveitou, como no caso de Marrony. Além disso, dispensou os volantes Gustavo Blanco e Léo Sena, apesar de não ter muitas opções para o setor.

A verdade é que Sampaoli exigiu muito e entregou pouco. Faz um bom trabalho, mas isso é muito pouco para o time que investiu algo em torno de R$ 200 milhões, que teve tempo para treinar e apenas uma competição para disputar. O Fluminense, que apostou em jovens e não passa perto do investimento feito pelo Galo, faz campanha similar, podendo, inclusive, terminar à frente do Atlético no Campeonato Brasileiro.

Diante do exposto, fica a pergunta: Sampaoli merecia tanto prestígio e poder no Atlético?

Que seja feliz na França e que indique ao Olympique uns quatro dos medianos que colocou no time alvinegro.

Rômulo Ávila
É jornalista formado pela Newton Paiva. Foi repórter esportivo durante dois anos do extinto Diário da Tarde (tradicional periódico de BH fechado pelos Associados Minas em julho de 2007). Atualmente é repórter do Portal DomTotal. Antes de cursar comunicação, foi jogador de futebol profissional. Começou no Villa Nova-MG e passou pelo futebol paulista e nordestino.
+ Artigos
Comentários