08 Out 2021 | domtotal.com

Prevent Senior, a cara da iniciativa privada e da PEC 32

O escândalo mostra até onde vai a sanha pelo lucro do setor privado

Investigadapela CPI da Covid, operadora de saúde teria cometido série de crimes
Investigadapela CPI da Covid, operadora de saúde teria cometido série de crimes (Cris Faga/Estadão Conteúdo)

Marcel Farah

Pintada de eficiente desde que me entendo por gente, a "iniciativa privada" é a preferida dos liberais, frente ao serviço público. Dita mais eficiente, transparente, e meritocrática, esconde por trás dessas máscaras a insaciável e antiética sanha pelo lucro.

Por trás de toda privatização oculta-se a troca de um serviço que não visa o lucro por outro que visa. Visar o lucro significa um outro modelo de organização e de gestão, pois alteram-se aqueles para os quais se presta contas e a finalidade mesma do negócio.

Por exemplo, mesmo sem ser privatizada, quando temos a Petrobras sob governos liberais como foi o de FHC e agora o de Bolsonaro, ela atende aos interesses de obscuros acionistas. Quando sob governos progressistas, como de Lula e Dilma, o objetivo foi atender aos interesses da sociedade, para isso é preciso amenizar as altas e baixas do petróleo para não sacrificar a população com aumentos descomunais e repentinos dos combustíveis. Afinal, quem é o dono da Petrobras, os acionistas ou o povo? Ela é pública ou privada?

Ao fim e ao cabo o governo privatista de Bolsonaro quer, com sua proposta de reforma administrativa, a chamada PEC 32, aumentar o espaço da iniciativa privada no meio dos serviços públicos. Pretende fazê-lo com parcerias com o setor privado e com a precarização do vínculo dos servidores estatutários, para que tudo passe a funcionar como no setor privado. Assim, empresas terão mais liberdade para adentrar nesses mercados.

Esta PEC 32 está entre aquelas tão faladas reformas que o mercado espera que este governo faça para o país "deslanchar". O problema é que deslanchar é desabrigar totalmente os desabrigados, desamparar os desamparados e perpetuar os ciclos viciosos de reprodução da miséria com o fim definitivo do nosso Estado de semi-bem-estar-social.

O escândalo Prevent Senior mostra até onde vai a sanha pelo lucro do setor privado. Médicos orientados a trabalhar sem máscara, uso de medicamentos comprovadamente sem eficácia, falsificação de pesquisas, uso de pessoas como cobaias sem consentimento, ocultação de causas de mortes por Covid-19, redução de fornecimento de oxigênio para entubados a mais de 10 dias para "vagar " leito de UTI, e por aí vai.

A operadora Prevent Senior é um "case" de sucesso para a iniciativa privada, uma inspiração. Ou seja, é a cara da privatização e de quem a defende como solução para os serviços públicos.

Marcel Farah
Educador Popular

O texto reflete a opinião pessoal do autor, não necessariamente do Dom Total. O autor assume integral e exclusivamente responsabilidade pela sua opinião.

+ Artigos
Comentários