Desenvolvimento do motor híbrido flex reuniu engenheiros do Brasil e Japão.

Toyota Corolla 2020 será o primeiro carro híbrido flex do mundo

Nova geração do sedã-médio mais vendido no mercado brasileiro chega em outubro com inédita versão híbrida

Desenvolvimento do motor híbrido flex reuniu engenheiros do Brasil e Japão.
Desenvolvimento do motor híbrido flex reuniu engenheiros do Brasil e Japão.

A Toyota anunciou nesta quarta-feira o lançamento do primeiro carro híbrido flex do mundo. A nova geração do sedã-médio Corolla chega ao mercado brasileiro no último trimestre deste ano e terá opção pelo conjunto com motor que roda com gasolina e etanol associado a um motor elétrico. O desenvolvimento do produto faz parte do investimento de R$ 1 bilhão anunciado em setembro de 2018. O novo Corolla segue em produção na fábrica de Indaiatuba (SP).

O Corolla 2020 é montado sobre a plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture, ou Nova Arquitetura Global da Toyota, em tradução para o português), a mesma utilizada pelo híbrido Prius, o SUV compacto C-HR e o sedã grande Camry. Com essa motorização, o Novo Corolla será o carro movido a etanol mais eficiente do País e o híbrido mais limpo do planeta.

A nova geração do Corolla tem previsão de chegada às concessionárias brasileiras no último trimestre de 2019. Para os mercados latino-americanos onde o veículo é exportado – Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e Colômbia – a Toyota planeja sua comercialização a partir do primeiro semestre de 2020.

Presidente da Toyota do Brasil, Rafael Cheng, e o governador de São Paulo, João Doria, exibem o novo Corolla.
Presidente da Toyota do Brasil, Rafael Cheng, e o governador de São Paulo, João Doria, exibem o novo Corolla.

O projeto do motor híbrido flex começou em meados de 2015 e envolveu equipes de engenharia do Brasil e do Japão. Em março de 2018, a Toyota anunciou os testes de rodagem com um protótipo híbrido flex no Brasil construído sobre a plataforma de um modelo Prius.

De acordo com estudos feitos pela Toyota do Brasil, o motor híbrido flex, quando abastecido com etanol, possui um dos mais altos potenciais de abatimento da emissão de CO2. Isso leva em conta todo o ciclo de vida do etanol, desde que o biocombustível é extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do motor.

Toyota-Corolla_Sedan_EU-Version-2019-1600-2f

Corolla no Brasil

O Corolla 2020 terá 4,64m de comprimento, 1,78m de largura e 1.42 de altura. A distância entre eixos se mantém nos 2.70m. A 12ª geração já está em oferta nos mercados europeu e americano. O design do carro no Brasil seguirá o do europeu; nos Estados Unidos o carro é destinado a um público mais jovem, por isso tem visual mais arrojado.

As primeiras unidades do Corolla desembarcaram no Brasil em 1994, quatro anos após o início da abertura de importação no segmento de automóveis no País. Tais mudanças na legislação brasileira em relação ao comércio internacional de veículos assegurou a chegada do Corolla no território nacional, importadas do Japão.

O aumento constante da demanda apoiou o plano da fabricante para viabilizar sua produção local a partir de 1998, na mesma unidade localizada em Indaiatuba (SP). Desde então, com mais de 1 milhão de unidades produzidas no País, o Corolla vem se destacando como um dos veículos de maior sucesso do Brasil. Nos últimos anos, ele mantém a liderança absoluta entre todos os sedãs médios no mercado nacional, com uma fatia de mercado superior a 40%.

Toyota-Corolla

Chevrolet Prisma vai ser chamado de Onix Sedã e terá visual do chinês.

Chevrolet confirma nova geração do Prisma no Brasil em 2019

Sedã mais vendido no Brasil vai receber visual do modelo vendido na China e novo motor 1.0 turbo

Chevrolet Prisma vai ser chamado de Onix Sedã e terá visual do chinês.
Chevrolet Prisma vai ser chamado de Onix Sedã e terá visual do chinês.

Por Thiago Ventura

A General Motors confirmou que vai lançar até o fim do ano a nova geração do sedan Prisma. O carro chegará com o visual revelado na China. O carro já está em testes no Brasil, conforme as fotos divulgadas pela montadora americana.

Por aqui a marca começará a fabricar os modelos em setembro, com o sedã sendo o primeiro na linha de produção. O novo Onix Hatchback vem depois, em outubro.

Chevrolet Onix Sedan 2020 ganha ainda um novo painel.
Chevrolet Onix Sedan 2020 ganha ainda um novo painel.

Além do visual, o carro chegará equipado com um motor 1.0 turbo, acoplado com uma transmissão automática de seis velocidades.

Outra mudança é que o Prisma vai abandonar esse nome. O sedã compacto agora vai se chamar Onix Sedan.

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil

O carro terá 4,47 metros de comprimento e 2,60 metros de entre-eixo, que é bem maior que os 4,28 metros e 2,52 metros (respectivamente) do Prisma atual. Assim ele se aproxima do Cobalt, em porte, por isso o sedã maior dará adeus ao mercado com a chegada da nova geração do Prisma.

Ao longo de 2019, a empresa irá promover 11 lançamentos. O primeiro deles foi o Novo Camaro, que chegou às lojas em fevereiro. Outras novidades aguardam sua vez, como o novo Cruze e o novo Cruze Sport6.

“Os novos produtos vão surpreender com o máximo em inovação e tecnologias inéditas. O consumidor elegeu a Chevrolet como a marca preferida e continua a dar aos atuais modelos do Onix e do Prisma a liderança absoluta nas vendas. Além disso, o mercado passa por um momento de transformação, o que abre espaço para acrescentarmos novos produtos dentro do mesmo segmento”, destaca Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil

 

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil

 

Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil
Novo sedã em desenvolvimento no Campo de Provas da GM no Brasil