Salão de Genebra é um dos principais eventos do mundo e vários lançamentos de peso estavam programados (Foto: Nissan)

Salão do Automóvel de Genebra é cancelado devido risco de coronavírus

Governo suíço decidiu proibir os grandes eventos  públicos para impedir a propagação do novo coronavírus. Seria a 90ª edição do Salão de Genebra

Salão de Genebra é um dos principais eventos do mundo e vários lançamentos de peso estavam programados (Foto: Nissan)
Salão de Genebra é um dos principais eventos do mundo e vários lançamentos de peso estavam programados (Foto: Nissan)

 

O coronavírus acaba de fazer mais uma vítima: a 90ª  edição do GIMS (Geneva Internacional Motor Show) , que deveria receber a mídia a partir da próxima segunda-feira e o público em geral de 5 a 15 de março de 2020, foi cancelado!

Os organizadores devem atender decisão do governo da Suíça que determinou que nenhum evento com mais de 1.000 pessoas poderá ocorrer até 15 de março de 2020.  A decisão acontece apenas três dias antes da abertura da exposição para a mídia.

“Lamentamos esta situação, mas a saúde de todos os participantes é nossa e a principal prioridade de nossos expositores. Este é um caso de força maior e uma tremenda perda para os fabricantes que investiram massivamente em sua presença em Genebra. No entanto, estamos convencidos de que eles entenderão essa decisão “, disse Maurice Turrettini, presidente do GIMS.

As conseqüências financeiras para todos os envolvidos no evento são significativas e precisarão ser avaliadas nas próximas semanas, já que tudo estava praticamente pronto. Um dos eventos automobilísticos mais importantes do mundo, o Salão de Genebra teria grandes lançamentos para esta edição. Uma pena, mas a saúde deve ficar em primeiro lugar.

Salao-de-Genebra-SEAT

A falha da Takata envolve milhões de carros no mundo todo, de varias marcas.

Brasil registra primeira morte devido grave defeito no airbag

Honda confirma caso fatal no Rio de Janeiro com motorista de um Civic 2008 que não fez o recall. Mais  2,7 milhões correm risco no Brasil

 A falha da Takata envolve milhões de carros no mundo todo, de varias marcas.
A falha da Takata envolve milhões de carros no mundo todo, de varias marcas.

O motorista de um Honda Civic LXS 2008 é a primeira vítima fatal no grave defeito envolvendo airbags da marca Takata no Brasil. A empresa japonesa revela que teve conhecimento do caso em 12 de fevereiro deste ano  e que a  perícia determinou que houve a ruptura anormal do insuflador do airbag Takata, causando ferimentos que levaram à morte do motorista.

O veículo envolvido foi convocado para o recall em 2015 para troca do insuflador do airbag do lado do motorista. Infelizmente, o veículo NÃO foi levado a uma concessionária para o reparo. Segundo a Honda, o índice de comparecimento dos clientes é de 61%. Somente dessa montadora, são 906.257 veículos em recall.

Em comunicado, a marca manifestou condolência aos familiares: “a Honda expressa suas sinceras condolências e solidariedade aos familiares e amigos da vítima e ofereceu atendimento e suporte à família”.

O triste acontecimento alerta para uma infeliz prática do brasileiro: ignorar os recalls. A falha da Takata envolve milhões de carros no mundo todo, de varias marcas.  Somente da Honda, são  39 casos de rompimento, com 16 feridos e esta morte.

O DEFEITO

A falha acontece no dispositivo chamado insuflador do airbag, responsável por encher as bolsas de ar e proteger os ocupantes. O sistema produzido pela Takata veio com defeito e, em condições de temperatura e umidade pode disparar de forma incorreta.

Em caso de colisão primordialmente frontal de intensidade moderada ou severa, situação em que o acionamento do sistema de airbag é esperado, poderá haver o rompimento da estrutura do insuflador e, eventualmente, ocasionar a projeção de fragmentos metálicos no interior do veículo em direção ao motorista e ocupantes. Foi o que, infelizmente aconteceu com o motorista do Civic.

Dos 5,4 milhões de veículos com o possível defeito, cerca de 2,7 não atenderam ao recall e estão em risco.  A maioria é Toyota, Honda e Nissan, mas há modelos de 15 marcas.  Todos os veículos são equipamentos com um ou mais airbags fabricados pela antiga Takata (hoje Joyson Safety Systems).

A Toyota informou que convocou 1,4 milhão de modelos por causa do defeito do airbag e que 61,4% atenderam. O recall da Nissan envolve 340 mil airbags, sendo que 55% foram substituídos (a empresa não informou número de carros).

A partir deste ano, portaria do Ministério da Justiça prevê que o não atendimento ao recall em até um ano vai constar no Certificado de Registro do veículo. A medida prevê ainda ações mais efetivas para a realização do recall. (Com AE)

NÃO PERCA TEMPO e confira se seu modelo está envolvido!

HONDA
https://www.honda.com.br/recall
TOYOTA
https://www.toyota.com.br/servicos/recall/
NISSAN
https://www.nissan.com.br/servicos/recall-nissan.html

 

Fiat-Strada-2021

Mini Toro? Fiat revela primeira imagem oficial da Strada 2021

Picape mais vendida no Brasil chega à nova geração com novidades em design e motorização
Fiat-Strada-2021

 

 

Após ter a imagem vazada na internet, a Fiat revelou a primeira foto da nova geração da sua picape compacta.  Líder de mercado há vários anos, a Strada 2021 será lançada no começo de abril no Brasil.

Para ter ideia da importância do produto, trata-se de veículo comercial leve mais vendido do país. Em 2019, segundo números da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram 76.233 emplacamentos. Neste ano, não foi diferentes e fechou janeiro com 5.412 unidades vendidas, líder do segmento.

O modelo é completamente novo, criado a partir da mesma plataforma do Fiat Mobi, com  identidade própria, mas com elementos de Argo e Toro. Aliás, já tem ganhado o apelido de ‘mini-Toro’ ou mesmo jocosamente de ‘Bezerro’ entre os entusiastas.

Fiat-Strada-2021-lateral-

 

 

Pela primeira vez, a Strada terá uma versão cabine dupla com quatro portas e capacidade para cinco passageiros. Não haverá opção de cabine estendida, mas a cabine simples ganhou um pequeno espaço atrás do banco.  Além disso, o modelo oferecerá assinatura luminosa de LED nas versões mais caras. Outra novidade em design, ao invés do logo completo, será o logotipo textual  ‘FIAT’ na dianteira, estratégia semelhante utilizada em picapes da Ford e SUVs da Land Rover.

 

Segundo o jornalista Marlos Ney Vidal, do site Autos Segredos, a picape será vendida com opção de motores  1.3 FireFly e 1.4 EVO. Nós apostamos na permanência da oferta do 1.8 eTor.Q nas versões topo de linha até a chegada do bloco 1.3 turbo.

Pelo que apurou o AutosSegredos, a Strada 2021 será ofertada nas versões Working, Endurance, Freedom e Volcano. A atual geração ainda permanecerá em vendas por alguns meses com opção básica ‘pé-de boi’ para empresas.

 

RHF_9180

Histórico

Lançada em 24 de outubro de 1998, a Fiat Strada se tornou sucesso de vendas rapidamente graças à sua robustez e versatilidade para ser usada no dia a dia tanto para o transporte de cargas, quanto para passeios em família.

Quando chegou, derivada do Palio, era oferecida em três versões: Working 1.5, Trekking 1.6 8V e LX 1.6 16V.  Ganhou diversas outras versões, em especial a Adventure que a alçou para um consumidor interessado numa picape completa e boa oferta de itens de série.

Linha do tempo

1998: A Fiat Strada é lançada em três versões: Working 1.5 (76cv), Trekking 1.6 8V (92cv) e a topo de linha LX 1.6 16V (106cv).

1999: Chega a versão com Cabine Estendida, inédita no segmento e um marco em termos de diferenciação graças à maior praticidade de poder levar malas ou objetos maiores no interior do veículo, mantendo ainda um bom volume na caçamba.

2000: A picape Strada se torna líder de mercado pela primeira vez.

2001: Série especial MTV.

2002: Primeira reestilização e chegada da versão Adventure e do motor 1.8 8v em substituição ao 1.6 16v.

2004: Segunda reestilização. Recebeu novo interior, nova carroceria, novos conteúdos e um motor mais potente, o 1.8 8V Flex.

2006: Série especial Try On Adventure.

2007: Série Original Adventure.

2008: Terceira reestilização que deu ao modelo aspecto mais robusto, especialmente na versão Adventure, que trazia o bloqueio eletrônico do diferencial Locker.

2009: Melhoria no motor Fire 1.4 que passa a ter 85/86 cv. A Fiat inovou mais uma vez e lançou a primeira e única picape compacta com cabine dupla do Brasil.

2010: Motor Etorq 1.8 16v substitui o 1.8 8v. Versão Sporting com motor Etorq 1.8 16v.

2011: Câmbio automatizado Dualogic chega na versão Adventure cabine dupla.

 

imagem (1)

2012: Chega a quarta reestilização com novo design frontal, acabamento interno e diversos conteúdos. Versão Trekking com motor Etorq 1.6 16v e cabine dupla disponível em todas as versões.

2013: Série especial Mangalarga Marchador. Reestilizacão da parte traseira (novas lanternas e

caçamba mais alta) e inova outra vez com a terceira porta na cabine dupla.

2014: Linha 2015 com pacote Dark nas versões Trekking e Adventure.

2014: Versões Hard Working 1.4. Strada alcança 1 milhão de unidades vendidas no Brasil.

2015: Série Adventure Extreme com central multimídia.

2016: Novas versões são lançadas: Working Plus 1.4 Flex (cabine simples), Hard Working 1.4 Flex (cabines simples, estendida e dupla) e Adventure 1.8 16V Flex Dualogic (cabine dupla).

2018: Freedom 1.4 Cabine Dupla é nova versão da Fiat Strada para linha 2019.

2020: Lançamento da segunda geração